Custo anual uniforme equivalente de máquinas de colheita de madeira: uma abordagem estocástica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4336/2020.pfb.40e201902073

Palavras-chave:

colheita mecanizada, incerteza estatística e risco.

Resumo

A determinação da vida econômica de máquinas empregadas na colheita de madeira, ou o momento em que a máquina executou suas funções com o menor custo operacional, está associada à obtenção do menor custo de produção. Assim, objetivou-se determinar a vida econômica de máquinas autopropelidas que compõem um módulo de colheita mecanizada de madeira com incertezas associadas. Foram considerados os custos operacionais incorridos no período de cinco anos, para o ajuste de modelos matemáticos que associaram os intervalos de incertezas e permitiram atribuir distribuições de probabilidades. Posteriormente, números pseudoaleatórios foram gerados, por meio da simulação de Monte Carlo, para determinação das probabilidades dos valores econômicos estocásticos. Os resultados evidenciaram que o momento ótimo para a substituição do conjunto de máquinas que compõem o módulo de colheita mecanizada de madeira ocorre no ano 4 da vida útil destas máquinas. Outrossim, o custo uniforme equivalente do módulo de colheita aumenta 18,3% no ano subsequente ao momento ótimo de substituição, aditando os custos de colheita e processamento da madeira. Por fim, os elementos de custos que mais influenciam a determinação da vida econômica das máquinas são os custos de reposição de peças e de reparos e manutenções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Abensur, E. O. A substituição de bens de capital: um modelo de otimização sob a óptica da engenharia de produção. Gestão & Produção, v. 22, n. 3, p. 525-538, 2015. https://doi.org/10.1590/0104-530X1690-14.

Assaf Neto, A. et al. Uma proposta metodológica para o cálculo do custo de capital no Brasil. Revista de Administração, v. 43, n. 1, p. 72-83, 2008.

Banco Central do Brasil. Conversão de moedas. 2018. Disponível em: <http://www4.bcb.gov.br/pec/conversao/conversao.asp>. Acesso em: 16 mar. 2018.

Bozdogan, H. Model selection and Akaike’s information criterion (AIC): the general theory and its analytical extensions. Psychometrika, v. 52, n. 3, p. 345-370, 1987. https://doi.org/10.1007/BF02294361.

Brighman, E. F. & Houston, J. F. Fundamentals of financial management. 14th ed. Boston: Cengage Learning, 2016. 832 p.

Bussab, W. O. & Morettin, P. A. Estatística básica. 6 ed. São Paulo: Saraiva, 2010. 540 p.

B3 Brasil, Bolsa, Balcão. Ações. Disponível em: <http://www.b3.com.br/pt_br/produtos-e-servicos/negociacao/renda-variavel/empresas-listadas.htm>. Acesso em: 30 jan. 2019.

Cesca, I. G. Desdobramentos da tomada de decisão em problemas de substituição de equipamentos por meio de funções contínuas e análise não suave. Revista Produção Online, v. 18, n. 3, p. 850-874, 2018. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v18i3.2977.

Devore, J. L. Probability and statistics for engineering and the sciences. 8th ed. Belmont: Brooks Cole, 2011. 776 p.

Dhillon, B. S. Life cycle costing for engineers. Boca Raton: CRC Press, 2010. 224 p.

Diniz, C. C. C. et al. Avaliação técnica de cabeçotes individual e múltiplo no processamento de madeira. Advances in Forestry Science, v. 5, n. 1, p. 253-258, 2018. http://dx.doi.org/10.34062/afs.v5i1.5523.

Fakhri, Y. et al. Aflatoxin M1 in human breast milk: a global systematic review, meta-analysis, and risk assessment study (Monte Carlo simulation). Trends in Food Science & Technology, v. 88, p. 333-342, 2019. https://doi.org/10.1016/j.tifs.2019.03.013.

Feldens, A. G. et al. Política para avaliação e substituição de frota por meio da adoção de modelo multicritério. ABCustos, v. 5, n. 1, p. 61-91, 2010.

Harase, S. Conversion of Mersenne Twister to double-precision floating-point numbers. Mathematics and Computers in Simulation, v. 161, p. 76-83, 2019. https://doi.org/10.1016/j.matcom.2018.08.006.

Hartman, J. C. & Tan, C. H. Equipment replacement analysis: a literature review and directions for future research. The Engineering Economist, v. 59, p. 136-153, 2014. https://doi.org/10.1080/0013791X.2013.862891.

IPEA. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. EMBI+Risco-Brasil. Disponível em: <http://www.ipeadata.gov.br/ExibeSerie.aspx?serid=40940&module=M>. Acesso em: 1 jan 2019.

Jastad, E. O. et al. Modelling of uncertainty in the economic development of the Norwegian forest sector. Journal of Forest Economics, v. 32, p. 106-115, 2018. https://doi.org/10.1016/j.jfe.2018.04.005.

Jing, L. et al. Monte Carlo simulation–aided analytic hierarchy process approach: case study of assessing preferred non-pointsource pollution control best management practices. Journal of environmental engineering© ASCE, v. 139, n. 5, p. 618-626, 2013. https://doi.org/10.1061/(ASCE)EE.1943-7870.0000673.

Landeta, J. M. I. et al. Determinación de la vida económica de un equipo: análisis de sensibilidad de las variables intervinientes. ConCiencia Tecnológica, n. 53, p. 43-53, 2017.

Lopes, S. E. et al. Avaliação técnica e econômica de uma garra traçadora operando em diferentes produtividades. Scientia Forestalis, v. 36, n. 79, p. 215-222, 2008.

Lopes, E. S. et al. Influence of wheeled types of a skidder on productivity and cost of the forest harvesting. Floresta, v. 44, n. 1, p. 53-62, 2014. http://dx.doi.org/10.5380/rf.v44i1.31356.

Malinovski, J. R. et al. Sistemas. In: Machado, C. C. (Ed.). Colheita Florestal. Viçosa, MG: Ed UFV, 2014.

Maria, R. C. & Luz, J. A. M. Aspectos da avaliação técnico-econômica de circuitos de flotação. Revista Escola de Minas, v. 63, n. 4, p. 645-651, 2010. https://doi.org/10.1590/S0370-44672010000400008.

Melo, I. C. et al. Substituição de equipamentos aplicada ao mercado brasileiro de automóveis: uma abordagem via custo anual uniforme equivalente. Latin American Journal of Business Management, v. 9, n. 1, 2018.

Mendes, J. T. G. & Padilha, J. P. Agronegócio: uma abordagem econômica. São Paulo: Pearson Education, 2007. 384 p.

Miot, H. A. Assessing normality of data in clinical and experimental trials. Jornal Vascular Brasileiro, v. 16, n. 2, p. 88-91, 2017.

https://doi.org/10.1590/1677-5449.041117.

Miyajima, R. H. et al. Análise quantitativa do risco técnico-econômico de um trator florestal skidder. Biofix Scientific Journal, v. 2, n. especial I, p. 6-11, 2017. http://dx.doi.org/10.5380/biofix.v2i0.56339.

Morettin, L. G. Estatística básica: probabilidade e inferência. São Paulo: Pearson, 2010. 390 p.

Motta, R. R. & Calôba, G. M. Análise de investimentos: tomada de decisão em projetos industriais. São Paulo: Atlas, 2011. 391 p.

Nascimento, A. C. et al. Avaliação técnica e econômica da colheita florestal com feller-buncher. Cerne, v. 17, n. 1, p. 9-15, 2011. https://doi.org/10.1590/S0104-77602011000100002.

Padoveze, C. L. Contabilidade de custos: teoria, prática, integração com sistemas de informações (ERP). São Paulo: Cengage Learning, 2013. 500 p.

Palisade Corporation. @Risk. v. 7.6.1. Newfield: Palisade Corporation, 2019.

Park, Y. H. A study of risk management and performance measures on new product development, Asian Journal on Quality, v. 11, n. 1, p. 39-48, 2010. https://doi.org/10.1108/15982681011051813.

Porras, A. F. Cálculo de la actividad de una muestra de uranio irradiada por neutrones térmicos para el análisis inicial en protección radiologica usando simulación Monte Carlo. Momento, n. 56, p. 76-86, 2018. https://doi.org/10.15446/mo.n56.69827.

Rodrigues, C. K. et al. Influência do volume das árvores no desempenho do processador florestal harvester em povoamento de eucalipto. Biofix Scientific Journal, v. 3 n. 2 p. 237-242, 2018. http://dx.doi.org/10.5380/biofix.v3i2.58799.

Rodriguez, R. A. S. C. Pert using Fuzzy variables and probability distribution function randomly selected. Independent Journal of Management & Production, v. 10, n. 1, p. 41-55, 2019. https://doi.org/10.14807/ijmp.v10i1.844.

Santos, D. W. F. N. et al. Análise técnica-econômica de sistemas de colheita: toras curtas e toras longas sob métodos mecanizado e semimecanizado. Magistra, v. 27, n. 3/4, p. 412-423, 2015.

Santos, L. N. et al. Avaliação de custos da operação de extração da madeira com forwarder. Cerne, v. 22, n. 1, p. 27-34, 2016. https://doi.org/10.1590/01047760201622012076.

Santos, P. H. A. et al. Produtividade e custos de extração de madeira de eucalipto com clambunk skidder. Revista Árvore, v. 37, n. 3, 2013. https://doi.org/10.1590/S0100-67622013000300014.

Silva, B. A. O. et al. Determinação do momento ótimo para substituição de equipamentos sob as óticas da gestão econômica e da engenharia econômica. Revista de Administração e Contabilidade, v. 7, n. 1, p. 35-52, 2015.

Silva, E. S. & Queirós, M. Gestão financeira: análise de investimentos. Porto: Grupo Editorial Vida Económica, 2011. 480 p.

Simões, D. et al. Análise da depreciação do forwarder com aplicação do custo anual uniforme equivalente. Tékhne e Logos, v. 4, n. 2, p. 33-49, 2013.

Simões, D. et al. Incorporation of uncertainty in technical and economic analysis of a feller-buncher. Floresta, v. 48, n. 3, p. 403-412, 2018. http://dx.doi.org/10.5380/rf.v48i3.56404.

Souza, A. & Clemente, A. Decisões financeiras e análise de investimentos: fundamentos, técnicas e aplicações. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2009. 186 p.

Triola, M. F. Essentials of statistics. 5th ed. New York: Pearson, 2014. 696 p.

Tusi, M. I. et al Análise do cálculo da vida econômica de veículos de um centro de formação de condutores. Revista Brasileira de Gestão e Engenharia, n. 20, p. 137-149, 2019.

Urbanucci, L. & Testi, D. Optimal integrated sizing and operation of a CHP system with Monte Carlo risk analysis for long-term uncertainty in energy demands. Energy Conversion and Management, v. 157, p. 307-316, 2018. https://doi.org/10.1016/j.enconman.2017.12.008.

Zaroni, H. et al. Monte Carlo simulation approach for economic risk analysis of an emergency energy generation system. Energy, v. 172, p. 498-508, 2019. https://doi.org/10.1016/j.energy.2019.01.145.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

BASSOLI, H. M.; BATISTELA, G. C.; FENNER, P. T.; SIMÕES, D. Custo anual uniforme equivalente de máquinas de colheita de madeira: uma abordagem estocástica. Pesquisa Florestal Brasileira, [S. l.], v. 40, 2020. DOI: 10.4336/2020.pfb.40e201902073. Disponível em: https://pfb.cnpf.embrapa.br/ojs-3.2.1-1/index.php/pfb/article/view/2073. Acesso em: 21 jan. 2021.

Edição

Seção

Artigos Científicos