A Micropropagação de Eucalipto

Autores

  • Leonardo Ferreira Dutra Embrapa Clima Temperado
  • Ivar Wendling Embrapa Florestas
  • Gilvano Ebling Brondani Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" - ESALQ/USP

Palavras-chave:

Eucalyptus spp., cultura de tecidos, cultivo in vitro, produção de mudas.

Resumo

O eucalipto é o gênero florestal mais pesquisado em micropropagação, entretanto, são poucos os resultados efetivos obtidos com sua multiplicação contínua. A micropropagação inclui a desinfestação e cultivo dos explantes em meio nutritivo e condições assépticas, a multiplicação dos propágulos em sucessivos subcultivos e o enraizamento in vitro ou ex vitro. Como vantagens, possibilita: alto rendimento por planta matriz; obtenção de plantas isentas de viroses; produção de mudas em qualquer época do ano; produção intensiva de mudas sadias, em curto período de tempo e espaço reduzido; clonagem de plantas de difícil propagação vegetativa por métodos convencionais como estaquia e miniestaquia; e preservação de plantas matrizes sem riscos de infecção. Suas desvantagens incluem a dependência de um laboratório de cultura de tecidos, cuja manutenção implica em altos custos, além da exigência de mão-de-obra altamente especializada; elevada possibilidade de contaminação; variação de condições entre e dentro de clones; dificuldade de encontrar o meio adequado para a espécie desejada; e possibilidade de ocorrência de mutações, como resultado do uso de fitorreguladores. Embora tenha alto custo em comparação a outros métodos de clonagem, a micropropagação de eucalipto é estratégica para manter material vegetal superior in vitro ou para abastecer o microjardim clonal. Doi: 10.4336/2009.pfb.58.49

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-02-26

Como Citar

DUTRA, L. F.; WENDLING, I.; BRONDANI, G. E. A Micropropagação de Eucalipto. Pesquisa Florestal Brasileira, [S. l.], n. 58, p. 49, 2010. Disponível em: https://pfb.cnpf.embrapa.br/ojs-3.2.1-1/index.php/pfb/article/view/5. Acesso em: 21 jan. 2021.

Edição

Seção

Artigos de Revisão