Ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de Langerstroemia indica em diferentes substratos

Daniela Macedo de Lima, Anderson Wiliam Klein, Vanessa Padilha Salla, Amanda Pacheco Cardoso Moura, Moeses Andrigo Danner

Resumo


O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito do ácido indolbutírico (AIB) no enraizamento de estacas de resedá (Langerstroemia indica) em diferentes substratos. Estacas semi-lenhosas de 7-8 cm foram tratadas em soluções de AIB (0, 1.000, 2.000 e 3.000 mg L-1) por 10 s e estaqueadas em tubetes contendo substrato orgânico comercial ou vermiculita. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 4 x 2 (4 concentrações x 2 substratos). Aos 75 dias avaliaram-se porcentagens de estacas enraizadas, com brotações e mortas, número e comprimento de raízes e número de brotações por estaca. O AIB na concentração 1.000 mg  L-1 promoveu a melhor resposta de enraizamento (65,63%) em substrato vermiculita (73,43%).

Palavras-chave


Espécie ornamental; Propagação vegetativa; Auxina

Texto completo:

PDF

Referências


Alcantara, G. B. et al. Enraizamento de estacas caulinares de brinco de princesa com diferentes comprimentos. Scientia Agraria, v. 9, n. 4, p. 575-578, 2008. DOI: 10.5380/rsa.v9i4.13138.

Alexandre, R. S et al. Enraizamento adventício de estacas de maracujazeiro silvestre (Passiflora mucronata Lam.): forma de veiculação e concentrações de ácido indol-3-butírico. Revista Ceres, v. 61, n. 4, p. 567-571, 2014. DOI: 10.1590/0034-737X201461040017.

Bastos, D. C. et al. Tipo de estaca e concentração de ácido indolbutírico na propagação da lichieira. Ciência e Agrotecnologia, v. 30, n. 1, p. 97-102, 2006. DOI: 10.1590/S1413-70542006000100014.

Cardoso, C. et al. AIB e substratos no enraizamento de estacas de pessegueiro ‘Okinawa’ coletadas no outono. Semina: Ciências Agrárias, v. 32, n. 4, p. 1307-1314, 2011. DOI: 10.5433/1679-0359.2011v32n4p1307.

Costa, E. et al. Produção de mudas de mamoeiro utilizando diferentes substratos, ambientes de cultivo e recipientes. Engenharia Agrícola, v. 29, n. 4, p. 528-537, 2009. DOI: 10.1590/S0100-69162009000400003.

De Bona, C. M. et al. Propagação por estaquia de Baccharis articulata (Lam.) Pers., baccharis trimera (Less.) A.P. de Candolle e Baccharis stenocephala baker com uso de auxinas. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 7, n. 2, p. 26-31, 2005.

Ferriani, A. P. et al. Propagação vegetativa de estaquia de azaléia arbórea (Rhododendron Thomsonii HOOK. f.). Semina: Ciências Agrárias, v. 27, n. 1, p. 35-42, 2006. DOI: 10.5433/1679-0359.2006v27n1p35.

Fischer, D. L. de et al. Efeito do ácido indolbutírico e da cultivar no enraizamento de estacas lenhosas de mirtilo. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 30, n. 2, p. 285-289, 2008. DOI: 10.1590/S0100-29452008000200003.

Fretz, T. A. et al. Plant propagation laboratory manual. Minneapolis: Burgess, 1979. 317 p.

Giacobbo, C. L. et al. Enraizamento de estacas de porta-enxerto de marmeleiro (Cydonia oblonga Mill.) cv. EMC, em diferentes substratos, concentrações de ácido indolbutírico e enxertia de raiz. Ciência e Agrotecnologia, v. 31, n. 1, p. 64-70, 2007. DOI: 10.1590/S1413-70542007000100010.

Gratieri-Sossela, A. et al. Propagação de corticeira do banhado (Erythrina crista-galli L.) Fabaceae por estaquia. Revista Árvore, v. 32, n. 1, p. 163-171, 2008. DOI: 10.1590/S0100-67622008000100018.

Hartmann, H. T. et al. Plant propagation: principles e practices. 7th ed. New Jersey: Prentice Hall, 2002. 880 p.

Lima, Y. O. U. et al. Tipo de estacas e substratos no enraizamento de jambolão. Scientia Agraria, v. 8, n. 4, p. 449-453, 2007. DOI: 10.5380/rsa.v8i4.9896.

Lorenzi, H. et al. Árvores exóticas no Brasil: madeiras, ornamentais e aromáticas. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2003. 352 p.

Loss, A. et al. Enraizamento de estacas de Allamanda cathartica L. tratadas com ácido indol-butírico (AIB). Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 3, n. 4, p. 313-316, 2008.

Loss, A. et al. Indução do enraizamento em estacas de Malvaviscus arboreus Cav. com diferentes concentrações de ácido indol-butírico (AIB). Acta Scientiarum Agronomy, v. 31, n. 2, p. 269-273, 2009. DOI: 10.1590/S1807-86212009000200013.

Neves, T. S. et al. Enraizamento de corticeira-da-serra em função do tipo de estaca e variações sazonais. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 41, n. 12, p. 1699-1705, 2006. DOI: 10.1590/S0100-204X2006001200003.

Oliveira, A. F. et al. Enraizamento de estacas semilenhosas de oliveira sob efeito de diferentes épocas, substratos e concentrações de ácido indolbutírico. Ciência e Agrotecnologia, v. 27, n. 1, p. 117-125, 2003. DOI: 10.1590/S1413-70542003000100014.

Pescador, R. et al. Estaquia de pariparoba-do-rio grande do sul sob efeito de ácido indol-butírico em dois substratos. Scientia Agraria, v. 8, n. 4, p. 391-398, 2007. DOI: 10.5380/rsa.v8i4.9886.

Picolotto, L. et al. Diferentes misturas de substratos na formação de mudas de pessegueiro, em embalagem. Scientia Agraria, v. 8, p. 119-125, 2007. DOI: 10.5380/rsa.v8i2.8375.

Pivetta, K. F. L. et al. Época de coleta e ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de espirradeira (Nerium oleander L.). Revista Árvore, v. 36, n. 1, p. 17-23, 2012. DOI: 10.1590/S0100-67622012000100003.

Reis, J. M. R. et al. Efeito do estiolamento e do ácido indolbutírico no enraizamento de estacas do porta-enxerto Pyrus calleryana Dcne. Ciência e Agrotecnologia, v. 24, n. 4, p. 931-938, 2000.

Ribeiro, M. N. O. et al. Efeito do ácido indolbutírico sobre estacas apicais e medianas de quaresmeira (Tibouchina fothergillae Cogn.). Revista Brasileira de Horticultura Ornamental, v. 13, n. 1, p. 73-78, 2007.

Rotta, E. et al. Produção de mudas por estaquia de Lagerstroemia indica. Colombo: EMBRAPA-CNPF, 1996. 3 p. (EMBRAPA-CNPF. Comunicado Técnico, 11).

Sarzi, I. & Pivetta, K. F. L. Efeito das estações do ano e do ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de variedades de minirroseira (Rosa spp.). Científica, v. 33, n. 1, p. 62-68, 2005. DOI: 10.15361/1984-5529.2005v33n1p62-68.

Silva, F. A. S. & Azevedo, C. A. V. Principal components analysis in the software Assistat-Statistical Attendance. In: WORLD CONGRESS OF COMPUTERS IN AGRICULTURE AND NATURAL RESOURCES, 7., 2009, Reno. Proceedings... St. Joseph: American Society of Agricultural and Biological Engineers, 2009.

Taiz, L. & Zeiger, E. Fisiologia vegetal. Porto Alegre: Artmed, 2013. 820 p.




DOI: https://doi.org/10.4336/2016.pfb.36.88.1022



Direitos autorais 2016

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional