Inclusão de resíduo da cultura de sorgo em painéis aglomerados de eucalipto

José Benedito Guimarães Junior, Michele Mantelli Xavier, Thamara Silva Santos, Thiago de Paula Protásio, Rafael Farinassi Mendes, Lourival Marin Mendes

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar as qualidades físico-mecânicas de chapas aglomeradas de eucalipto produzidas com diferentes quantidades de resíduos da cultura de sorgo. Os painéis foram produzidos com 0, 15, 30 e 45% de bagaço do sorgo e 12% do adesivo uréia-formaldeído. O ciclo de prensagem utilizado foi: pressão de 4,0MPa temperatura de 180 ºC por 20 min. A qualidade das chapas foi avaliada por ensaios físico-mecânicos. Pelas avaliações físicas, todas as propriedades atenderam à norma CS 236-66, sendo que a cada 1% de sorgo acrescentado nos painéis, houve um aumento de 1,4 e 1,6% na absorção de água, a 2 e 24 h de imersão, respectivamente. Para inchamento em espessura, após 2 e 24 h de imersão, não houve efeito significativo com o aumento na porcentagem de sorgo, porém apresentaram valor médio de IE24h apenas de 1,13% acima do exigido pela norma CS 236-66, que é 30%. Em relação às propriedades mecânicas, pode-se constatar que o máximo de sorgo inserido nos painéis, para atendimento a norma CS 236-66, foi de 13%.


Palavras-chave


Resíduo agrícola; Lignocelulose; Propriedade mecânica

Texto completo:

PDF

Referências


Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 11941: madeira: determinação da densidade básica. Rio de Janeiro, 2003.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 7987 T 204 om-88: madeira: determinação dos teores de extrativos. Rio de Janeiro, 1998.

Battistelli, R. A. G. et al. Emprego do bagaço da cana-de açúcar (saccharum officinarum) e das folhas caulinares do bambu da espécie dendrocalamus giganteus na produção de chapas de partículas. Revista Minerva, v. 5, n. 3, p. 297-305, 2009.

Carvalho, A. G. et al. Adesivos tânicos de Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville na produção de painéis aglomerados. Revista Árvore, v. 38, n. 1, 2014. DOI: 10.1590/S0100-67622014000100019.

Commercial Standard. CS 236-66: mat formed wood particleboard. [S.l.], 1968.

Companhia Nacional de Abastecimento (Brasília, DF). Acompanhamento da safra brasileira de grãos: v. 2: Safra 2014/15: oitavo levantamento. Brasília, DF, 2016.

Eggleston, G. et al. New commercially viable processing technologies for the production of sugar feedstocks from sweet sorghum (Sorghum bicolor L. Moench) for manufacture of biofuels and bioproducts. Sugar Tech, v. 15, n. 3, p. 232–249. 2013. DOI: 10.1007/s12355-013-0229-6.

Ferreira, B. S. Propriedades físico-mecânicas de painéis particulados de Eucalyptus saligna e casca de noz macadâmia. 2013. 78 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Guaratinguetá.

Guimarães Junior, J. B. et al. Painéis de madeira aglomerada de resíduos da laminação de diferentes procedências de Eucalyptus grandis, Eucalyptus saligna e Eucalyptus cloeziana. Cerne, v. 17, n. 4, p. 443-452, 2011. DOI: 10.1590/S0104-77602011000400002.

Instituto de Pesquisas Tecnológicas (São Paulo). Fichas de características das madeiras brasileiras. 2. ed. São Paulo, 1989. 418 p.

Iwakiri, S. Painéis de madeira reconstituída. Curitiba: FUPEF, 2005. 274 p.

Lima, C. K. P. et al. Características anatômicas e química da madeira de clones de Eucalyptus e sua influência na colagem. Cerne, v. 13, n. 2, p. 123-129, 2007.

Maloney, T. M. Modem particleboard and dryprocess fibeboard manufacturing. 2. ed. São Francisco: M. Freeman, 1993. 689 p.

Marra, A. A. Technology of wood bonding. New York: Van Nostrand Reinhold, 1992. 453 p.

Melo, R. R. et al. Propriedades físico-mecânicas de painéis aglomeradas produzidos com diferentes proporções de madeira e casca de arroz. Ciência Florestal, v. 19, n. 4, p. 449-460, 2009.

Mendes, R. F. et al. Efeito da incorporação de casca de café nas propriedades físico-mecânicas de painéis aglomerados de Eucalyptus urophylla S. T. Blake. Ciência e Agrotecnologia, v. 34, n. 3, 2010a. DOI: 10.1590/S1413-70542010000300012.

Mendes, R. F. et al. Painéis aglomerados produzidos com bagaço de cana em associação com madeira de eucalipto. Scientia Forestalis, v. 38, n. 86, p. 285-295, 2010b.

Moslemi, A. A. Particleboard. Carbondale: Sothern Illinois University Press, 1974. 244 p.

Mussatto, S. I. et al. Technological trends, global market, and challenges ofbio-ethanol production. Biotechnology Advances, v. 28, p. 817–830, 2010. DOI: 10.1016/j.biotechadv.2010.07.001.

Pettersen, R. C. The chemical composition of wood. In: Rowell, R. (Ed.). The chemistry of solid wood. Washington, DC: American Chemical Society, 1984. p. 54-126.

Protásio, T. P. et al. Correlações canônicas entre as características químicas e energéticas de resíduos lignocelulósicos. Cerne, v. 18, n. 3, p. 433-439, 2012. DOI: 10.1590/S0104-77602012000300010.

Scatolino, M. V. et al. Uso do sabugo de milho na produção de painéis aglomerados. Ciência e Agrotecnologia, v. 37, n. 4, p. 330-337, 2013. DOI: 10.1590/S1413-70542013000400006.

Tsoumis, G. Science and technology of wood: structure, properties and utilization. New York: Chapman & Hall, 1991. 494 p.




DOI: https://doi.org/10.4336/2016.pfb.36.88.1036



Direitos autorais 2016

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional