Qualidade de mudas de moringa sob diferentes níveis de nutrientes aplicados via fertirrigação

Kleane Targino Oliveira Pereira, Francisco de Assis de Oliveira, Antonio Lucieudo Gonçalves Cavalcante, Renata de Paiva Dantas, Mychelle Karla Teixeira de Oliveira, Jessilanne Plínia Barbosa de Medeiros Costa

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi avaliar a qualidade de mudas de moringa em função da posição das sementes no fruto e da concentração de nutrientes na solução de fertirrigação. Realizou-se um experimento seguindo o delineamento inteiramente casualizado, com os tratamentos arranjados em esquema fatorial 3 x 4, sendo três posições de sementes no fruto (basal, mediana e apical) e quatro doses de nutrientes (0, 50, 100 e 150% da dose padrão), com quatro repetições. Foram avaliados os seguintes parâmetros: altura (ALT), diâmetro do coleto (DC), número de folhas, matéria seca da parte aérea (MSPA), matéria seca do sistema radicular (MSSR) e matéria seca total, relação ALT/DC, MSPA/MSSR e índice de qualidade de Dickson. Os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade, para o efeito da posição da semente no fruto; e por análise de regressão, para os dados provenientes de níveis de nutrientes. A posição da semente no fruto não influenciou o vigor das mudas. Recomenda-se a solução de fertirrigação utilizando-se concentração de nutrientes variando de 80 a 100% da solução padrão adotada, para as condições deste experimento.


Palavras-chave


Moringa oleifera; Nutrição vegetal; Silvicultura

Texto completo:

PDF

Referências


Bernardi, A. C. C. et al.. Desenvolvimento de mudas de citrus cultivadas em vaso em resposta à adubação NPK. Scientia Agricola, v. 57, n. 4, p. 733-738, 2000. DOI: 10.1590/S0103-90162000000400022.

Caldeira, M. V. W. et al. Biossólido na composição de substrato para a produção de mudas de Tectona grandis. Floresta, v. 42, n. 1, p. 77-84, 2012. DOI: 10.5380/rf.v42i1.26302.

Carneiro, J. G. A. Produção e controle de qualidade de mudas florestais. Curitiba: UFPR/FUPEF, 1995. 451 p.

Cavalcante, A. L. G. et al. Desenvolvimento de mudas de mulungu fertirrigadas com diferentes soluções nutritivas. Floresta, v. 46, n. 1, p. 47-55, 2016. DOI: 10.5380/rf.v46i1.34888.

Claessen, M. E. C. (Org.). Manual de métodos de análises de solo. 2. ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA-CNPS, 1997. 212 p. (EMBRAPACNPS. Documentos, 1).

Cruz, C. A. F. et al. Efeito da adubação nitrogenada na produção de mudas de sete-cascas (Samanea inopinata (Harms) Ducke). Revista Árvore, v. 30, n. 4, p. 537-546, 2006. DOI: 10.1590/S0100-67622006000400006.

Dantas, R. P. et al. Fertirrigação por capilaridade em mudas de Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit. Revista Agro@mbiente Online, v. 10, n. 2, p. 161-167, 2016. DOI: 10.18227/1982-8470ragro.v10i2.3202.

Dickson, A. et al. Quality appraisal of white spruce and white pine seedling stock in nurseries. Forestry Chronicle, v. 36, p. 10-13, 1960.

Ferreira, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, 2011. DOI: 10.1590/S1413-70542011000600001.

Ferreira, P. M. P. et al. Moringa oleifera: bioactive compounds and nutritional potential. Revista de Nutrição, v. 21, n. 2, p. 431-437, 2008. DOI: 10.1590/S1415-52732008000400007.

Freitas, T. P. et al. Morfologia e caracterização da germinação em função da posição das sementes no fruto de sabiá. Scientia Plena, v. 9, n. 3, p. 1-9, 2013.

Furtado, A. L. O. L. Mobilização de reservas e partição de metabólitos durante a germinação da semente e o estabelecimento da plântula em moringa. 2014. 49 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestal) – Universidade Federal Rio Grande do Norte, Natal.

Gomes, D. R. et al. Lodo de esgoto como substrato para a produção de mudas de Tectona grandis L. Cerne, v. 19, n. 1, p. 123-131, 2013. DOI: 10.1590/S0104-77602013000100015.

Gomes, J. M. et al. Parâmetros morfológicos na avaliação da qualidade de mudas de Eucalyptus grandis. Revista Árvore, v. 26, n. 6, p .655-664, 2002. DOI: 10.1590/S0100-67622002000600002.

Jesus, A. R. et al. Cultivo da Moringa oleifera. Brasília, DF: Instituto EuvaldoLodi; Salvador: IEL, 2013. 23 p. (Dossiê técnico).

Hunt, G. A. Effect of styroblock design and cooper treatment on morphology of conifer seedlings. In: TARGET SEEDLING SYMPOSIUM, MEETING OF THE WESTERN FOREST NURSERY ASSOCIATIONS, GENERAL TECHNICAL REPORT RM-200, 1990, Roseburg. Proceedings... Fort Collins: United States Departament of Agriculture, Forest Service, 1990. p. 218-222.

Knapik, J. G. & Ângelo, A. C. Crescimento de mudas de Prunus sellowii Koehne em resposta a adubações com NPK e pó de basalto. Floresta, v. 37, n. 2, p. 257-264, 2007. DOI: 10.5380/rf.v37i2.8655.

Lo Monaco, P. A. V. et al. Efeito da adição de diferentes substâncias químicas no extrato de sementes de moringa utilizado como coagulante no tratamento de esgoto sanitário. Engenharia Agrícola, v. 34, n. 5, p. 1038-1048, 2013. DOI: 10.1590/S0100-69162013000500015.

Marcos Filho, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Piracicaba: FEALQ, 2005. 495 p.

Oliveira, O. F. & Morais, P. L. D. Influência da posição da semente (no fruto) na germinação e no desenvolvimento vegetativo inicial de leucena (Leucaena leucicephala (Lam.) de Wit) e algarobeira (Prosopis juliflora (SW.) DC. Revista Caatinga, v. 10, n. 1/2, p. 55-62, 1997.

Oliveira, F. A. et al. Crescimento de mudas de moringa em função da salinidade da água e da posição das sementes nos frutos. Revista Árvore, v. 37, n. 1, p. 79-87, 2013. DOI: 10.1590/S0100-67622013000100009.

Pritchard, M. et al. A comparison between Moringa oleifera and chemical coagulants in the purification of drinking water–An alternative sustainable solution for developing countries. Physics and Chemistry of the Earth, v. 35, p. 798-805, 2010. DOI: 10.1016/j.pce.2010.07.014.

Sánchez-Martín, J. et al. Comparison of single-step and two-step purified coagulants from Moringa oleifera seed for turbidity and DOC removal. Bioresource Technology, v. 101, p. 6259-6261, 2010. DOI: 10.1016/j.biortech.2010.02.072.

Sarzi, I. et al. Características biométricas de mudas de Tabebula chrysotricha (standl.) formadas em diferentes substratos e soluções de fertirrigação, quando plantadas em campo. Revista Árvore, v. 34, n. 2, p. 241-149, 2010. DOI: 10.1590/S0100-67622010000200006.

Souza, N. H. et al. Estudo nutricional da canafístula (I): crescimento e qualidade de mudas em resposta à adubação com nitrogênio e fósforo. Revista Árvore, v. 37, n. 4, p. 717-724, 2013. DOI: 10.1590/S0100-67622013000400015.

Tucci, C. A. F. et al. Desenvolvimento de mudas de Swietenia macrophylla em resposta a nitrogênio, fósforo e potássio. Floresta, v. 41, n. 3, p. 471-490, 2011. DOI: 10.5380/rf.v41i3.24039.




DOI: https://doi.org/10.4336/2016.pfb.36.88.1038



Direitos autorais 2016

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional