Influência de impactos antrópicos em fragmentos de Floresta Ombrófila Mista em Santa Catarina

Dieter Liebsch, João Paulo de Maçaneiro, Amanda Koche Marcon, Franklin Galvão

Resumo


Em toda região da Floresta Ombrófila Mista, parte do Bioma Mata Atlântica, o corte seletivo e pastoreio são atividades muito comuns. Com o objetivo de relacionar a composição e estrutura com o histórico de uso, foram avaliados os indivíduos arbóreos adultos e juvenis de 12 fragmentos em Santa Catarina. Os fragmentos com menor impacto antrópico apresentaram, para o estrato adulto, maior riqueza e amplitude diamétrica, e menor densidade e frequência de múltiplos fustes, apesar da área basal não diferir entre os fragmentos. Quanto ao estrato juvenil, os fragmentos com maior impacto apresentaram maior riqueza e menor densidade. Os resultados demonstram que o impacto antrópico sobre a comunidade arbórea foi de tal magnitude, que, mesmo passadas algumas décadas, diferenças florísticas e estruturais permanecem evidentes, com tendência a se manterem por longo período.


Palavras-chave


Corte seletivo; Araucaria angustifólia; Ocotea porosa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2016.pfb.36.87.1213



Direitos autorais 2016

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional