Influência da Concentração do Regulador de Crescimento para Enraizamento AIB na Formação de Mudas de Sapium glandulatum (Vell.) Pax por Estaquia

Ana Catarina Monteiro Carvalho Mori da Cunha, Ivar Wendling, Levi Souza Júnior

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência de diferentes concentrações de ácido indolbutírico (0, 2000, 4000, 6000 e 8000 mg L-1) no enraizamento de estacas e vigor das mudas produzidas de Sapium glandulatum, popularmente conhecido como leiteiro ou pau-de-leite. Os resultados obtidos quanto ao enraizamento indicaram o melhor desempenho para a dose de 6000 mg L-1 de AIB, com média de 52%, demonstrando esta ser a concentração mais indicada para a produção de mudas da espécie em estudo. Desta forma, conclui-se que a estaquia de leiteiro é tecnicamente viável, podendo ser utilizada na produção de mudas desta espécie, visto a escassez de sementes e a sua baixa taxa de germinação, além de poder ser uma alternativa para produção de mudas durante todo o ano.

Palavras-chave


Propagação vegetativa; Produção de mudas; Regulador de crescimento

Texto completo:

PDF

Referências


CARNEIRO, J. G. A. Produção e controle de qualidade de mudas florestais. Curitiba: UFPR: FUPEF; Campos: Universidade Estadual do Norte Fluminense, 1995. 451 p.

CASTRO, P. R. C.; MORETI, A. C. C. C.; TOLEDO FILHO, M. R.; BERNARDES, M. S.; SILVA FILHO, N. L.; PERES FILHO, O. Estimulação do enraizamento de estacas de seringueira (Hevea brasiliensis Muell. Arg.) pela aplicação de reguladores vegetais. Anais da E. S. A. “Luiz de Queiroz”, Piracicaba, v. 44, p. 1025-1035, 1987.

FERREIRA, B. G. A., ZUFFELLATO–RIBAS, K. C.; CARPANEZZI, A. A.; TAVARES, F. R.; KOEHLER, H. S. Efeitos dos ácidos indol butírico e bórico no enraizamento de estacas de Sapium glandulatum (Vell.) Pax. SBPN – Scientific Journal, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 122-123, 2001a.

FERREIRA, B. G. A., ZUFFELLATO–RIBAS, K. C.; CARPANEZZI, A. A.; TAVARES, F. R.; BOEGER, M. R. T.; KOEHLER, H. S. Enraizamento de Sapium glandulatum (Vell.) Pax. pela aplicação de ácido indol butírico e ácido bórico. Leandra, Rio de Janeiro, v. 16, p. 11-16, 2001b.

GOMES, A. L. Propagação clonal: princípios e particularidades. Vila Real: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, 1986. 67 p. (Série didáctica. Ciências aplicadas, 1).

GRAÇA, M. E. C.; TAVARES, F. R. Propagação vegetativa de espécies florestais. In: GALVÃO, A. P. M. (Org.). Reflorestamento de propriedades rurais para fins produtivos e ambientais: um guia para ações municipais e regionais. Brasília: Embrapa Comunicação para Transferência de Tecnologia; Colombo: Embrapa Florestas, 2000. p. 175-197.

HARTMANN, H. T.; KESTER, D. E. Techniques of propagation by cuttings. In: ______. Plant propagation: principles and practices. 4th. ed. Englewood Cliffs: Prentice Hall, 1983. p. 298-342.

HIGA, R. S. V. Estaquia de erva-mate (Ilex paraguariensis Saint Hilaire): resultados preliminares. Silvicultura, São Paulo, v. 8, n. 28, p. 304-305, 1983. Edição dos Anais do 4º Congresso Florestal Brasileiro, Belo Horizonte.

IRITANI, C.; SOARES, R. V. Indução do enraizamento de estacas de Araucaria angustifolia através da aplicação de reguladores de crescimento. Silvicultura, São Paulo, v. 8, n. 28, p. 313-317, 1983. Edição dos Anais do 4º Congresso Florestal Brasileiro, Belo Horizonte.

LORENZI, H. Sapium glandulatum. In: ______. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. 2. ed. Nova Odessa: Plantarum, 1992. v. 1, p. 110.

KNAPIK, J. G.; ZUFFELLATO-RIBAS, K. C.; CARPANEZZI, A. A.; TAVARES, F. R. Propagação vegetativa de Tibouchina Pulchra Congr. (quaresmeira) como alternativa a regeneração de ecossistemas degradados. In: SIMPÓSIO NACIONAL RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS, 4., 2000, Blumenau. Silvicultura ambiental: trabalhos voluntários, anais. Blumenau: Fundação Universidade Regional de Blumenau, 2000. p. 74-75.

ONO, E. O.; RODRIGUES, S. D.; RODRIGUES, J. D. Interações entre auxinas e boro no enraizamento de estacas de hortênsia (Hydrangea macrophylla). Científica São Paulo, v. 20, n. 2, p. 413-422, 1992.

PIMENTA, A. C.; ZUFFELLATO-RIBAS, K. C.; OLIVEIRA, B. H. de; CARPANEZZI, A. A. Interações entre ácido indol butírico, uniconazol e dois tipos de substrato, no enraizamento de estacas caulinares de Sapium glandulatum (Vell. Pax (resultados preliminares)). In: EVENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA FLORESTAS, 1., 2002, Colombo. Anais. Colombo: Embrapa Florestas, 2002. 1CD-ROM. (Embrapa Florestas. Documentos, 70).

PIMENTA, A. C. Interações entre reguladores vegetais, épocas do ano e tipos de substrato no enraizamento de estacas caulinares de Sapiun glandulatum(Vell.) Pa2003. 61 f. Dissertação (Mestrado em Ciências), Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

RODRIGUES, V. A. Propagação vegetativa de aroeira Schinus terebinthifolius Raddi, Canela sassafrás Ocotea pretiosa Benth & Hook e cedro Cedrella fissilis Vellozo. 1990. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

SANCHOTENE, M. do C. C. Frutíferas nativas úteis à fauna na arborização urbana. Porto Alegre: FEPLAM, 1985. 311 p.

SILVA, A. A. da. Propagação vegetativa de essências florestais nativas. Silvicultura em São Paulo, São Paulo, v. 16A, pt. 2, p. 934-947, 1982.

SILVA, I. C. Propagação vegetativa de Ocotea puberula Benth Hook e Ocotea pretiosa Nees pelo método de estaquia. 1984. 109 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

WENDLING, I.; SOUZA JÚNIOR, L. Propagação vegetativa de erva-mate (Ilex paraguariensis Saint Hilaire) por miniestaquia de material juvenil. In: CONGRESSO SUL-AMERICANO DA ERVA-MATE, 3., 2003, Chapecó. Anais. [Chapecó]: EPAGRI, 2003. s. 3-1. Seção: conservação, melhoramento e multiplicação. Feira do Agronegócio da Erva-mate, 1., 2003, Chapecó. Integrar para promover o agronegócio da erva-mate. 1 CD-ROM.






Direitos autorais 2004

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional