Influência da técnica e da origem do propágulo na enxertia de campo em erva-mate (Ilex paraguariensis Saint Hilaire).

Ivar Wendling, Harry Hoffmann, Alceu Lira

Resumo


Este trabalho objetivou avaliar a garfagem em fenda cheia, garfagem sob casca e borbulhia e a influência da posição de coleta dos propágulos dentro da planta matriz na sobrevivência dos enxertos realizados diretamente em porta-enxertos, estabelecidos um ano a campo em erva-mate. O experimento foi conduzido no município de Áurea - RS, com propágulos oriundos de uma árvore matriz com idade estimada em mais de 80 anos. Foram separados três tipos de material para compor os tratamentos: brotações da base, da parte mediana e da parte apical da árvore matriz. De forma geral, a técnica de enxertia a campo mostrou-se promissora, embora os resultados de sobrevivência dos enxertos aos 300 dias se mostrassem baixos (de 0 a 30%). Enxertos que morreram após os 65 dias já se apresentavam brotados, indicando danos por excesso de calor. O método de garfagem em fenda cheia mostrou-se como o mais adequado, visto a maior resistência da união do enxerto com o porta-enxerto. A posição dos propágulos na planta matriz não influenciou a sobrevivência dos enxertos.


Palavras-chave


Enxertos; Propagação vegetativa; Melhoramento

Texto completo:

PDF

Referências


ASSIS, T. F. Enxertia de Eucalyptus spp. Silvicultura, São Paulo, v. 7, n. 23, p. 45, 1982.

BOLIANI., A. C. Efeitos do estiolamento basal, da juvenilidade e do uso de um regulador vegetal no enraizamento de estacas de raízes e de ramos herbáceos de algumas espécies frutíferas. 1986. 129 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba.

GURGEL FILHO, O. A. G. A propagação vegetativa de espécies florestais. Revista de Agricultura, n. 34, p. 119–130, 1959.

GURGEL FILHO, O. A. G. Propagação vegetativa do Pinus elliottii. Silvicultura em São Paulo, São Paulo, v. 6, p. 127-139, 1967.

GURGEL, J. T. A.; GURGEL FILHO, O. A. G. Métodos de enxertia para o pinheiro brasileiro, Araucaria angustifolia, visando-se a formação de pomares de sementes. Silvicultura em São Paulo, São Paulo, v. 6, p. 153-155, 1967.

HUANG, L. C. et al. Rejuvenation of trees and other perennials for restoration of plant regeneration competence. In: TORRES, A. C.; CALDAS, L. S. Técnicas e aplicações da cultura de tecidos em plantas. Brasília: EMBRAPA-CNPH: ABCTP, 1990. p. 252-264.

KAO, Y. P.; HUANG, S. G. Cuttings propagation of Cinnamomum kanehirae. In: CAB INTERNATIONAL. Treecd:1973-2001. [Wallingford, 2002?]. 1 CD-ROM. Resumo. Artigo publicado na íntegra no Bulletin of the Taiwan Forestry Research Institute, v. 53, n. 8, p. 371-388, 1993.

MCINDOC, K. G. The development of clonal rootstocks in Hevea. Journal Rubber Research Institute of Ceylon, v. 34, n. 3/4, p. 39-57, 1959.

MENZIES, M. I. Management of stock plants for the production of cutting material. In: SYMPOSIUM IN IUFRO’S CENTENNIAL YEAR, 1992, Bordeaux. Mass production technology for genetically improved fast growing forest tree species: syntheses. [Nangis]: AFOCEL; [Vienna]: IUFRO, 1992. p. 145-158. Colloque AFOCEL/IUFRO.

MUZIK, T. J.; CRUZADO, H. J. Transmission of juvenile rooting ability from seedlings to adults of Hevea brasiliensis. Nature, n. 181, p. 1288, 1958.

NIKLAS, C. O. Injertación de yerba mate. Citrusmisiones, n. 20, p. 7-9, 1990.

OLISZESKI, A.; NEIVERTH, D. D. Recuperação de erveiras nativas por enxertia. Boletim de Pesquisa Florestal, Colombo, n. 44, p. 133-134, 2002.

PÁDUA, T. Propagação de árvores frutíferas. Informe Agropecuário, v. 9, n. 101. p. 11-19, 1983.

ROCHA, M. G. B.; ROCHA, D.; CLEMENTE, V. M.; FREITAS, M. V.; GOMES, R.; JESUS, S. V.; CHAVES, R. M.; TORRES, G. A. N. M.; XAVIER, A. Propagação vegetativa de espécies arbóreas nativas. In. ROCHA, M. G. B. Melhoramento de espécies arbóreas nativas. Belo Horizonte: Instituto Estadual de Florestas, Diretoria de Desenvolvimento Florestal Sustentável, 2002. p. 91-108.

SCARASSATI, A. Efeito C: clonagem ou competência. Piracicaba: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, 1993. 19 p. Trabalho apresentado à disciplina de melhoramento florestal.

WENDLING, I. Propagação vegetativa de erva-mate (Ilex paraguariensis Saint Hilaire): estado da arte e tendências futuras. Colombo: Embrapa Florestas, 2004. (Embrapa Florestas. Documentos, 91).






Direitos autorais 2004

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional