Amostragem de toras de árvores de Eucalyptus grandis selecionadas para finalidades de serraria e energia

Paulo Eduardo Telles dos Santos, Osmir José Lavoranti, Laurindo Salante

Resumo


A partir da avaliação de dez características tecnológicas de madeira de eucalipto para fins de serraria e energia, desenvolveu-se procedimento estatístico multivariado para se determinar a seqüência de toras a ser amostrada, de forma a representar acumuladamente toda a variação estatística presente na árvore e, com isso, estabelecer a intensidade adequada de amostragem. Neste estudo, foram utilizadas 40 toras oriundas de quatro árvores de Eucalyptus grandis aos 18 anos de idade procedentes de Concórdia, SC. Com o uso de técnicas de regressão multivariada de componentes principais e seleção por etapas, chegou-se à conclusão que amostrandose apenas duas toras, correspondentes à primeira (0,05 m a 2,60 m) e quarta (8,85 m a 11,40 m) posições dentro da árvore, foi possível abranger 99,2 % de toda a variação  inicialmente detectada. No caso de optar-se por utilizar
apenas uma única tora, a indicação recaiu para a quarta tora da árvore, a qual representou 97,5 % de toda a variação contida nos dados originais. Para a referida população, o procedimento estatístico adotado evidenciou a possibilidade de se reduzir substancialmente os elevados gastos, de tempo e de recursos financeiros, associados a avaliações dessa natureza, sem comprometer a qualidade da informação estatística original contida em todas as toras que seriam convencionalmente amostradas.

Palavras-chave


Eucalipto, madeira serrada, metodologia de amostragem, regressão multivariada

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional