Variação do desenvolvimento embrionário das sementes de erva-mate

João Antonio Pereira Fowler, José Alfredo Sturion, Katia Christina Zuffellato-Ribas

Resumo


A erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.) é uma espécie nativa da Floresta Ombrófila Mista, com ampla distribuição geográfica e de grande importância socioeconômica. As sementes desta espécie germinam em surtos desuniformes, pois apresentam dormência tegumentar e fisiológica, requerendo um período de estratificação em areia. O trabalho objetivou avaliar o desenvolvimento dos  embriões das sementes de erva-mate, oriundas de diferentes procedências do Sul do Brasil. Os frutos foram coletados em fevereiro de 2003 nos municípios de Cascavel, Toledo e Campo Mourão, no Paraná, e Soledade, no Rio Grande do Sul. O experimento foi conduzido no laboratório de Análise de Sementes da Embrapa Florestas, em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições de 25 sementes cada. Concluiu-se que as procedências do Estado do Paraná apresentaram sementes com embriões mais desenvolvidos do que aquelas oriundas da procedência do Rio Grande do Sul, provavelmente em decorrência das temperaturas médias anuais mais altas e maior insolação.

Palavras-chave


Embrião, germinação, dormência, erva-mate.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional