LiDAR: princípios e aplicações florestais

Marcos Giongo, Henrique Soares Koehler, Sebastião do Amaral Machado, Flavio Felipe Kirchner, Marco Marchetti

Resumo


Uma das primeiras áreas investigadas para o uso comercial do sistema de varredura a laser LiDAR (Light Detection and Ranging) foram as aplicações florestais. As informações da topografia e da cobertura florestal são extremamente importantes para os gestores de recursos florestais e naturais. Informações precisas sobre altura das árvores e densidade, além de serem fundamentais, são de difícil obtenção, com a utilização das técnicas convencionais. A tecnologia de varredura a laser, ao contrário das imagens de satélite e de fotografias aéreas, pode simultaneamente mapear o terreno embaixo das árvores, bem como obter a estimativa da altura destas. A utilização da modelagem integrada aos dados LiDAR possibilita, também, estimativas de diversas variáveis florestais, como: área basal, diâmetro, volume, biomassa, carbono e quantidade de material combustível. Apresenta, igualmente, grande potencial nas atividades de  planejamento da exploração florestal e construção de estradas. Entretanto, existem ainda muitos desafios a serem superados no desenvolvimento de metodologias e aplicações computacionais mais confiáveis e robustas  para a modelagem de dados provenientes deste sensor.


Palavras-chave


sistema de varredura a laser; inventário florestal, incêndios florestais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2010.pfb.30.63.231



Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional