Efeitos da adubação fosfatada e da aplicação de resíduo de celulose no crescimento de Eucalyptus dunnii

Guilherme de Castro Andrade, Helton Damin da Silva, Antonio Francisco Jurado Bellote, Carlos Alberto Ferreira

Resumo


No Brasil, os plantios de árvores de rápido crescimento, principalmente espécies de Eucalyptus e de Pinus, representam uma oferta de milhares de empregos e significativa contribuição ao PIB. Do ponto de vista ambiental, contribuem para reduzir a pressão sobre as florestas nativas, concorrendo assim para a sua preservação e a dos recursos naturais nelas existentes. Esses povoamentos florestais, implantados na sua maioria em solos de baixa fertilidade, apresentam altas taxas de crescimento, necessitando de quantidades significativas de água e nutrientes do solo, o que causa preocupações com a sustentabilidade desses sistemas e com a necessidade de reposição futura de nutrientes. A utilização de resíduos para esta finalidade é considerada prioritária. Neste trabalho foram avaliados os efeitos da fertilização mineral e da aplicação de resíduo da indústria de celulose no crescimento de árvores de E. dunnii, em ensaio com delineamento fatorial, combinando 4 doses de fósforo (0; 28; 56 e 112 g de P2O5/planta) com 5 doses de resíduo (0; 10; 20; 40 e 80 t/ha). O plantio foi realizado na região de Ponta Grossa – PR, utilizando-se o espaçamento de 3 X 2 m entre plantas, em LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO, solos de baixa fertilidade, característicos dos campos gerais do Estado do Paraná. A adubação com fósforo ocorreu no sulco, no momento do plantio, e o resíduo foi aplicado 10 meses após o plantio, a lanço, em toda a parcela, e incorporado ao solo mecanicamente, com enxada rotativa. Os resultados obtidos aos seis anos de idade permitem concluir que o E. dunnii respondeu isoladamente à adubação fosfatada e à aplicação de resíduo de celulose, em volume cilíndrico arbóreo, com ganhos em volume com relação à testemunha, de 38% a 61%, da menor para a maior dose de fósforo aplicada, e entre 20% e 40% para os níveis de resíduo testados. Estas respostas também ocorreram nas diferentes combinações de doses de fósforo com os níveis de resíduo, sendo todas superiores à testemunha, em volume cilíndrico de madeira, de 52% a 92%.


Palavras-chave


Reflorestamento; Fertilização; Nutrientes; Fósforo; Produtividade de madeira

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, G. de C. Efeitos da aplicação de composto orgânico de lixo urbano e de fertilizante mineral em povoamentos de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden. 2002. 117 f. Tese (Doutorado em Ciências Florestais) – Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

ANDRADE, G. de C.; SILVA H. D. da; FERREIRA, C. A.; BELLOTE, A. F. J. Contribucion del agua de lluvia en la oferta de nutrientes minerales para El Eucalyptus grandis. Bosque, Valdivia, v. 16, n. 1, p. 47-51, 1995.

BELLOTE, A. F. J.; FERREIRA, C. A.; SILVA, H. D. da; ANDRADE, G. de C.; MORO, L. Implicações ecológicas do uso de cinza de caldeira e resíduo de celulose em plantios de Eucalyptus grandis. In: SEMINÁRIO SOBRE USO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS E URBANOS EM FLORESTAS, 1994, Botucatu. [Anais...]. Botucatu: UNESP, Faculdade de Ciências Agronômicas, 1994. p. 167-187.

BELLOTE, A. F. J.; SILVA, H. D. da; GAVA, J. L.; MENEGOL, O. Nutrient export by clear cutting E. grandis of different ages on sites im Brazil. In: KOBAYASHI, S.; TURNBULL, J. W.; TOMA, T.; MORI, T.; MAJID, N. M. N. A. (Ed.). Rehabilitation of degraded tropical forest ecosystems. Bogor: CIFOR, 2001. p. 173-177.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Manual de métodos de análises de solo. 2. ed. rev. atual. Rio de Janeiro, 1997. 212 p.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasília: Embrapa Produção de Informação; Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 1999. 412 p.

FERREIRA, C. A.; SILVA, H. D. da; BELLOTE A. F. J.; ANDRADE, G. de C. Efecto de la aplicacion de ceniza y resíduo de celulosa en la descomposicion y liberacion de nutrientes de la horajasca en plantaciones de Eucalyptus grandis. Bosque, Valdivia, v. 16, n. 1, p. 101-104, 1995.

FREDDO, A.; FOELKEL, C. E. B.; FRIZZO, S. M. B.; SILVA, M. C. M. Elementos minerais em madeiras de eucaliptos e acácia negra e sua influência na indústria de celulose Kraft branqueada. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 9, n. 1, p. 193-209, 1999.

GONÇALVES, J. L. M.; MORO, L. Uso da cinza de biomassa florestal como fonte de nutrientes em povoamentos puros de Eucalyptus grandis. IPEF, Piracicaba, n. 48/49, p. 28-37, 1995.

GUERRINI, I. A.; MORO, L. Influência da aplicação de resíduos industriais de fábrica de celulose e papel em plantios de eucalipto: efeitos no solo e na planta. In: SEMINÁRIO SOBRE USO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS E URBANOS EM FLORESTAS, 1994, Botucatu. [Anais...]. Botucatu: UNESP, Faculdade de Ciências Agronômicas, 1994. p. 188-215.

GUERRINI, I. A.; VILLAS BÔAS, R. L.; BÜLL, L. T.; EIRA, A. F. da; PENATTI, A.; TOLEDO, C. M.; MATSUMOTO, K.; MACHADO, R. W.; MELLO, S. L. M. Influência do resíduo celulósico e cinza provenientes de fábrica de celulose e papel sobre algumas propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, em condições de vaso. Científica, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 43-51, 1994.

SOUZA, C. M.; FIGUEIREDO, M. S.; COSTA, L. M.; GALVÃO, J. C. C. Uso do lodo primário da indústria de celulose e papel em povoamentos de eucalipto. In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 22., 1996, Manaus. Resumos expandidos. Manaus: Ed. da Universidade do Amazonas, 1996. p. 537-538.






Direitos autorais 2003

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional