Composto orgânico à base de salvínia para a produção de mudas de grandiúva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4336/2021.pfb.41e201801746

Palavras-chave:

Adubação orgânica, Substrato, Trema micrantha

Resumo

Objetivou-se avaliar a eficiência de proporções de salvínia na composição de substrato para a produção de mudas de grandiúva. As características químicas do substrato foram melhoradas à medida que a proporção aumentou, resultando em uma redução de Al e aumento de pH, CTC, saturação de bases, teores de K, Ca, Mg, P e matéria orgânica. O crescimento das mudas de grandiúva foi influenciado pelos níveis de fertilidade do substrato. As maiores alturas de planta, diâmetros de caule, massa seca e acúmulo de macronutrientes foram verificadas nos tratamentos com 75% e 100% de composto orgânico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Aita, C. et al. Plantas de cobertura de solo como fonte de nitrogênio ao milho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 25, n. 1, p. 157-165, 2001.

Barbosa, Z. et al. Crescimento e absorção de nutrientes por mudas de gravioleira. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 25, n. 3, p. 519-522, 2003.

Carlesso, W. M. et al. Tratamento de resíduos a partir de compostagem e vermicompostagem. Revista Destaques Acadêmicos, v. 3, n. 4, p. 105-110, 2011.

Carrijo, A. O. et al. Produtividade do tomateiro em diferentes substratos e modelos de casas de vegetação. Horticultura Brasileira, v. 22, n. 1, p. 5-9, 2004.

Castellani, E. D. & Aguiar, I. B. D. Condições preliminares para a germinação de sementes de candiúba (Trema micrantha (L.) Blume). Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 2, n. 1, p. 80-83, 1998. https://doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v2n1p80-83.

CQFS-RS/SC. Comissão de Química e Fertilidade do Solo dos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Manual de adubação e calagem para os Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Porto Alegre: Sociedade Brasileira da Ciência do Solo, 2016. 376 p.

Cruz, C. A. et al. Efeito da adubação nitrogenada na produção de mudas de sete-cascas (Samanea inopinata (Harms) Ducke). Revista Árvore, v. 30, n. 4, pp. 537-546, 2006. https://doi.org/10.1590/S0100-67622006000400006.

Dorneles, E. P. et al. Tillage, fertilization systems and chemical attributes of a Paleudult. Scientia Agricola, v. 72, n. 2, p. 175-186, 2015. https://doi.org/10.1590/0103-9016-2013-0425.

Ernani, P. R. et al. Influência da combinação de fósforo e calcário no rendimento de milho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 24, n. 3, p. 537-544, 2000.

Farias, W. M. et al. Propriedades físicas e químicas de substratos produzidos utilizando macrófitas aquáticas. Semina: Ciências Agrárias, v. 34, n. 34, p. 3257-3270, 2013. DOI: 10.5433/1679-0359.2013v34n6Supl1p3257.

Fonseca, E. D. P. et al. Padrão de qualidade de mudas de Trema micrantha (L.) Blume, produzidas sob diferentes períodos de sombreamento. Revista Árvore, v. 26, n. 4, p. 515-523, 2002.

Freitas, W. K. et al. Floristic, diversity and spatial distribution of tree species in a dry forest in Southern Brazil. Applied Ecology and Environmental Research, v. 15, n. 1, p. 511-524, 2016.

Krob, A. D. et al. Propriedades químicas de um Argissolo tratado sucessivamente com composto de lixo urbano. Ciência Rural, v. 41, n. 3, p. 433-439, 2011.

Lorenzi, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbórea nativas do Brasil. 5 ed. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2008. v. 1. 368 p.

Meneghelli, L. A. M. et al. Produção de mudas de café arábica em substrato composto por resíduo da secagem dos grãos. Coffee Science, v. 12, n. 3, p. 381–388, 2017.

Mora-Olivo, A. & Yatskievych, G. Salvinia molesta in Mexico. American Fern Journal, v. 99, n. 1, p. 56-58, 2009.

Santos, H. G. et al. Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasília, DF: Embrapa, 2014. 353 p.

Silva, I. R. & Mendonça, E. S. Matéria orgânica do solo. In: Novais, R. F. et al. (Ed.). Fertilidade do solo. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007. p. 275-374.

Souza, R. F. D. et al. Calagem e adubação orgânica: influência na adsorção de fósforo em solos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 30, n. 6, p. 975-983, 2006.

Sposito, G. The chemistry of soils. New York: Oxford University Press, 2008. 342 p.

Stolarski, O. C. et al. Trema micrantha (L.) Blume. in plantations for ecological restoration: early development in the Brazilian subtropical forest. Ciência Florestal, v. 28, n. 3, p. 1217-1229, 2018.

Tedesco, J. M. et al. Análise de solo, plantas e outros materiais. Porto Alegre: UFRGS, 1995. 174 p.

Vargas, L. K. et al. Imobilização de nitrogênio em solo cultivado com milho em sucessão à aveia preta nos sistemas plantio direto e convencional. Ciência Rural, v. 35, n. 1, p. 76-83, 2005.

Xue, M. & Farrell, C. Use of organic wastes to create lightweight green roof substrates with increased plant-available water. Urban Forestry & Urban Greening, v. 48, p. 126569, 2020.

Zhou, X. et al. Dominating aquatic macrophytes for the removal of nutrients from waterways of the Indian River Lagoon basin, South Florida, USA. Ecological Engineering, v. 101, p. 107–119, 2017. https://doi.org/10.1016/j.ecoleng.2017.01.006.

Downloads

Publicado

2021-02-12

Como Citar

SOUSA, N. C. de; LISBOA, B.; VARGAS, L. K.; BORDIGNON, S.; BENEDUZI, A. Composto orgânico à base de salvínia para a produção de mudas de grandiúva. Pesquisa Florestal Brasileira, [S. l.], v. 41, 2021. DOI: 10.4336/2021.pfb.41e201801746. Disponível em: https://pfb.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/1746. Acesso em: 13 abr. 2021.

Edição

Seção

Notas Científicas