Correlações Fenotípicas entre Características de Sementes de Matrizes de Pupunha (Bactris Gasipaes Kunth.)

Antonio Nascim Kalil Filho, Victor Francisco Oya Silva

Resumo


O presente trabalho verificou a magnitude das correlações fenotípicas entre peso, diâmetro e comprimento de sementes de matrizes de pupunha, que poderá servir de subsídio ao planejamento de métodos de beneficiamento de sementes que considerarão estas características da semente. O experimento foi instalado em blocos ao acaso, oito repetições, com três matrizes (31, 65 e 80) dispostas em parcelas de 25 sementes, totalizando 600 sementes. Foram mensuradas as características de peso, diâmetro e comprimento das sementes.A análise de variância mostrou diferenças altamente significativas entre progênies. A maior correlação foi detectada entre peso e diâmetro (0.86),seguida de peso x comprimento (0.66) e diâmetro x comprimento (0.47), o que permite classificar sementes de pupunha por peso ou diâmetro.


Palavras-chave


Beneficiamento; Germinação

Texto completo:

PDF

Referências


MÔRO, J. B. Produção de palmito de pupunha no nordeste do Brasil: variabilidade genética e desenvolvimento de cultivares. In: QUEIROZ, M .A. de; GOEDERT, C. O.; RAMOS, S. R. R. (Ed.). Recursos genéticos e melhoramento de plantas para o Nordeste brasileiro (on line): Versão 1.0. Petrolina: Embrapa Semi-Árido; Brasília: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, 1999. Disponível em: . Acesso em 2002.






Direitos autorais 2002

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional