Análise Multitemporal da Cobertura Florestal da Microbacia do Arroio Grande, Santa Maria, RS

Joel Juliano Kleinpaul, Rudiney Soares Pereira, Elvis Rabuske Hendges, Ana Carolina Paim Benedetti, Cícero Zorzi, Renata Ferrari

Resumo


Este trabalho teve como objetivo realizar uma análise multitemporal da cobertura florestal da microbacia do Arroio Grande, Santa Maria, RS. Foram utilizadas quatro imagens de satélite: LANDSAT 5 (1987), LANDSAT 5 (1995), LANDSAT 7 (2002) e CBERS 2 (2005). As imagens foram classificadas empregando-se o algoritmo Bhattacharya. Após a classificação das imagens, foi realizado o cruzamento dos mapas temáticos. Como resultado, obteve-se mapas com os seguintes usos da terra: cobertura florestal, regeneração e desmatamento, ou seja, as florestas que permaneceram inalteradas de uma época para outra, as que regeneraram e as que foram desmatadas. Para um período de 18 anos, a cobertura florestal aumentou 10,24% na área da microbacia, passando de 14.135,42 ha (40,01%) em 1987 para 17.752,20 ha (50,25%) em 2005. Isto ocorreu devido à entrada em vigor do Código Florestal Estadual, à conscientização dosproprietários rurais e à implantação em maiorescala de povoamentos de espécies exóticas no estado. 

Palavras-chave


sensoriamento remoto, SIG, dados multitemporais.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2011

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional