Relações hipsométricas de ecossistemas de mopane Colophospermum mopane em Mabalane, Província de Gaza, Moçambique

Jacob Miguel Bila

Resumo


Este trabalho teve como objectivo comparar o ajuste dos modelos hipsométricos de Trorey, Henricksen, Stoffels e Curtis nos ecossistemas de mopane (Colophospermum mopane), com base nos dados de parcelas permanentes estabelecidas em Mabalane, Província de Gaza-Moçambique. Foram determinadas as estatísticas de ajustes, coeficiente de determinação (R2%) e erro padrão da estimativa (Syx%). Fez-se validação do ajustes das equações através do teste Qui-quadrado e análise gráfica de resíduos, ambas satisfatórias para todos os modelos. Os resultados mostraram que o modelo de Stofels teve o melhor ajuste com (R2aj%) de 49,92 e erro padrão da estimativa (Syx%) de 17,97.

doi: 10.4336/2011.pfb.31.66.155


Palavras-chave


Ajuste de modelos; Altura das árvores; Parcelas permanentes

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2011

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional