Avaliação genética de Eucalyptus camaldulensis no Estado de Mato Grosso

Reginaldo Brito da Costa, Luana Pâmella de Almeida Azevedo, Diego Tyszka Martinez, Antonio de Arruda Tsukamoto Filho, Dayane Ávila Fernandes, Oacy Eurico de Oliveira, Marcos Deon Vilela de Resende

Resumo


O estudo objetivou estimar parâmetros, valores e ganhos genéticos para caracteres de crescimento em progênies de Eucalyptus camaldulensis, no estado de Mato Grosso. O teste de progênies foi instalado sob delineamento de blocos ao acaso com 132 progênies, cinco repetições e três plantas por parcela em linhas simples, no espaçamento 3 m x 2 m no município de Santo Antonio do Leverger, MT. Aos 24 meses de idade, as progênies foram avaliadas quanto aos caracteres: a) diâmetro à altura da base (DAB), em centímetros; b) altura total, em metros; c) sobrevivência. As herdabilidades individuais no sentido restrito para os caracteres estudados podem ser consideradas de média a alta magnitude (0,13 e 0,21) para altura e diâmetro, respectivamente. Para a sobrevivência, as herdabilidades foram praticamente nulas, devido à baixa variabilidade genética existente entre as progênies, evidenciada pela alta taxa de sobrevivência das plantas (96,8%). As correlações fenotípicas e genéticas preditas foram de elevada magnitude para DAB e altura. Existe variação genética entre as progênies para os caracteres de crescimento o que proporciona ganhos genéticos significativos com seleção.

doi: 10.4336/2012.pfb.32.70.49


Palavras-chave


Variabilidade genética, Ganho genético, Seleção precoce, Modelo linear misto

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2012

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional