Qualidade de mudas de pau-ferro produzidas em diferentes substratos e condições de luz

Laércio Wanderley dos Santos, Maria de Fatima Barbosa Coelho, Rodrigo Aleixo Brito de Azevedo

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes substratos e luminosidade no crescimento inicial de mudas de Caesalpinia ferrea Mart. Ex Tul. (pau-ferro). O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 5 x 2 (cinco substratos e dois ambientes) com quatro repetições de 10 plantas na parcela. Os substratos foram: 1-arisco; 2-arisco + esterco bovino 2:1; 3- arisco + esterco bovino 3:1; 4- areia + esterco bovino 2:1; e 5- areia + esterco bovino 3:1. Os ambientes foram a pleno sol e com 50% de luminosidade. Foram analisadas, em setembro de 2009, as características diâmetro do coleto, altura da planta, massa seca das raízes e da parte aérea, área foliar e índice de qualidade de Dickson. Não houve diferença significativa para o diâmetro do coleto. Os substratos com esterco bovino favoreceram o desenvolvimento em altura, massa seca de raízes e da parte aérea nos dois ambientes. A área foliar das mudas foi maior nos substratos com esterco e em condições de sombreamento. Mudas de melhor qualidade foram produzidas tanto em condições de 50% de luminosidade quanto a pleno sol. As mudas podem ser produzidas em substratos com esterco e a pleno sol.

Palavras-chave


Caesalpinia ferrea; Características morfológicas; Produção de mudas; Esterco bovino

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2013.pfb.33.74.344



Direitos autorais 2013

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional