Estimativa de Acúmulo de Biomassa e Carbono em Sistema Agrossilvipastoril na Zona da Mata Mineira

Marcelo Dias Müller, Elizabeth Nogueira Fernandes, Carlos Renato Tavares de Castro, Domingos Sávio Campos Paciullo, Frederico de Freitas Alves

Resumo


Com a criação do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), foi gerado um amplo debate global sobre o potencial da silvicultura e da agrossilvicultura como atividades elegíveis para sequestro de carbono. O objetivo deste trabalho foi estimar o estoque de biomassa e carbono em um sistema silvipastoril misto com Eucalyptus grandis e Acacia mangium, implantado na Zona da Mata Mineira. O sistema apresenta uma densidade de árvores de 105 plantas por hectare, sendo 60 árvores de eucalipto e 45 árvores de acácia. Para tanto, primeiramente, foi feita a quantificação do volume do fuste das árvores aos 10 anos de idade, por meio do ajuste de equações alométricas e a quantificação da biomassa residual média da pastagem durante o período de 4 anos. Para o eucalipto, foi estimado um total de 24,8 Mg.ha-1 de biomassa e 11,17 Mg.ha-1 de carbono, para a acácia foi estimado um total de 6,94 Mg.ha-1 de biomassa e 3,12 Mg.ha-1 de carbono, totalizando 31,74 Mg.ha-1 de biomassa e 14,29 Mg.ha-1 de carbono. Para o componente pastagem, foi estimado um acúmulo de 1,28 Mg.ha-1 de biomassa e 0,58 Mg.ha-1 de carbono somente no resíduo do pastejo.

 

doi: 10.4336/2009.pfb.60.11


Palavras-chave


Agrossilvicultura; serviços ambientais; Eucalyptus grandis; Acacia mangium

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional