Avaliação da tolerância à quebra por vento em árvores de eucalipto via teste de resistência

Antônio Marcos Rosado, Glauciana da Mata Ataíde, Renato Vinícius Oliveira Castro, Anne Caroline Guieiro Correia

Resumo


A ação de ventos fortes frequentemente causa danos às árvores e florestas, ocasionando recorrentes perdas econômicas em todo o mundo. O objetivo desse trabalho foi apresentar um método para seleção de clones do gênero Eucalyptus tolerantes à ação de ventos. Para tanto, foram escolhidos dez clones amplamente plantados por uma empresa florestal, os quais estavam localizados nas áreas de maior incidência de tempestades e ventos. As árvores-amostra foram submetidas a um teste de resistência, simulando o efeito do vento. Os resultados obtidos permitiram constatar que existem diferenças estatísticas significativas entre os clones, no que diz respeito à resistência ao vento. A metodologia proposta neste trabalho vem como alternativa para seleção de clones quanto à resistência a ventos.

Palavras-chave


Florestas; Eucalyptus; Danos florestais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2013.pfb.33.75.500



Direitos autorais 2013

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional