Influência da taxa de juros e do preço da madeira em modelos de regulação florestal

Kaio Henrique Adame de Carvalho, Marcio Lopes Silva, Helio Garcia Leite, Daniel Henrique Breda Binoti

Resumo


A regulação da produção florestal é complexa, devido ao grande número de variáveis relacionadas ou envolvidas no processo, sendo que as variáveis econômicas influenciam de forma consistente os resultados dos modelos de regulação. Sendo assim, este trabalho tem por objetivo analisar a influência da taxa de juros e do preço da madeira em alguns modelos de regulação florestal. Utilizou-se programação linear em um estudo de caso empregando dados de 10 povoamentos florestais, com a aplicação do software Regulação da Produção Florestal, que foi utilizado também para simular cenários de manejo e planejamento. Todos os povoamentos florestais foram regulados independentemente do método utilizado. Quanto maior o preço da madeira, maior a área de corte anual e menor a idade média de corte. A produção média anual não foi alterada, independente da taxa de juros, do preço da madeira, ou do método utilizado.


Palavras-chave


Programação linear; Manejo florestal; Variáveis econômicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2015.pfb.35.82.554



Direitos autorais 2015

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional