Crescimento de mudas de cedro-rosa em diferentes substratos

Lúcio dos Reis Oliveira, Sebastião Ferreira de Lima, Ana Paula Leite de Lima

Resumo


A produção de espécies nativas demanda o conhecimento sobre melhores substratos e o consequente crescimento inicial dessas mudas. O objetivo deste trabalho foi de avaliar o crescimento inicial de mudas de cedro-rosa (Cedrela fissilis Vell.) em diferentes substratos e seu estabelecimento inicial em campo. O experimento foi instalado em duas etapas. A primeira, foi conduzida em viveiro em delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições. Cada parcela foi composta por quatro mudas em sacos plásticos. Os tratamentos foram constituídos de oitos diferentes substratos: T1 (areia+solo+esterco 1:1:1); T2 (areia+solo+Plantmax 1:1:1); T3 (solo+esterco 1:1); T4 (solo+Plantmax 1:1); T5 (solo+esterco 2:1); T6 (solo+Plantmax 2:1); T7 (solo+areia 1:1) e T8 (solo). Avaliou-se a altura das plantas, diâmetro do colo, número de folhas, diâmetro de copa e índices de qualidade. Verificou-se que o melhor crescimento e qualidade de mudas de cedro-rosa produzidas em viveiro foram obtidos com os tratamentos areia+solo+esterco (1:1:1), solo+esterco (2:1) e solo+esterco (1:1). Os substratos utilizados na produção de mudas em viveiro influenciaram o crescimento inicial de mudas de cedro-rosa em campo, sendo que os melhores resultados observados para o crescimento em altura e diâmetro do caule em viveiro se mantêm após o plantio no campo.


Palavras-chave


Propagação sexuada; Espécies nativas; Compostos orgânicos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2014.pfb.34.79.605



Direitos autorais 2014

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / EbscoAGRISAgrobase / Binagre , BDPACABI DirectCCNDiadorim , DOAJe.journalsForestry CompendiumGenamics JournalSeekGoogle AcadêmicoJournals for freeLatindexLivreMiarOasisbrPeriodicaPortal da CapesRCAAPRoadSabiiaScilitRedib.

 

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional