Poda e anelamento em erva-mate (Ilex paraguariensis) visando à indução de brotações basais

Delmar Santin, Ivar Wendling, Eliziane Luiza Benedetti, Gilvano Ebling Brondani, Carlos Bruno Reissmann, Divercindo Morandi, Luís Fernando Roveda

Resumo


O método extrativista, o manejo inadequado e a diminuição da área de ervais têm provocado perda de
exemplares com potencial genético de relevância para futuros trabalhos de melhoramento da espécie. Poucas
são as técnicas e estudos que visam recuperar ervais degradados e resgatar material vegetativo de erveiras
adultas. Diante disso, instalou-se um experimento em São Mateus do Sul, PR, em erveiras nativas debilitadas,
com aproximadamente quarenta anos. Objetivou-se avaliar a eficiência do anelamento da casca e diferentes
intensidades de poda da copa na indução de brotações na base de erveiras adultas. Removeu-se a 20 cm do solo
um anel de casca com 1 cm de largura. A intensidade de poda da copa originou os tratamentos: T0 - testemunha
(sem poda); T40 - remoção de 40 % e T70 - remoção de 70 % da copa. As árvores foram agrupadas em cinco
blocos, sendo seis árvores por bloco, num total de 30 erveiras. Avaliou-se mortalidade das erveiras, número e
comprimento médio das brotações basais por árvore. Após 270 dias do anelamento, não ocorreu mortalidade, e
a remoção de 70 % da copa induziu maior número de brotos por planta. Erveiras, mesmo debilitadas, demonstraram
alta capacidade de cicatrização do anel de casca removido, indicando a viabilidade dessa técnica.

Palavras-chave


Conservação de germoplasma; rejuvenescimento; brotação de base; recuperação de ervais

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / EbscoAGRISAgrobase / Binagre , BDPACABI DirectCCNDiadorim , DOAJe.journalsForestry CompendiumGenamics JournalSeekGoogle AcadêmicoJournals for freeLatindexLivreMiarOasisbrPeriodicaPortal da CapesRCAAPRoadSabiiaScilitRedib.

 

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional