Amostragem e agrupamento de dados de relação hipsométrica em inventários florestais de Cerrado Tocantinense

Valdir Carlos Lima de Andrade, Elaine Aparecida Kroetz, Andrei Nicola, Priscila Bezerra de Souza, Fabiano Kenji Nohama, Helio Garcia Leite, Daniel Henrique Breda Binoti, Mayra Luiza Marques da Silva BinotiI

Resumo


Este estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar o emprego de equações hipsométricas em cerrado sensu stricto focalizando o sistema de amostragem e o agrupamento dos dados de relação hipsométrica. Para isso, foram utilizadas 46 parcelas de 1.000 m² cada, onde 13 parcelas foram empregadas na simulação de seis diferentes sistemas de amostragem e na estratificação de dados para o ajuste de modelos hipsométricos. As 33 parcelas restantes foram reservadas para um teste de aplicação das equações hipsométricas geradas, onde, para decidir quanto ao modelo hipsométrico e sistema de amostragem, foram adotados os critérios estatísticos: erro padrão residual e correlação linear múltipla, além da análise da distribuição de resíduos. Após esta decisão, foi utilizado um teste de identidade de modelos para verificar a melhor forma de preparar a base de dados visando o ajuste de modelos hipsométricos. Concluiu-se que a relação funcional linear: Ln(h)=f[Ln(N); Ln(dq/d); 1/d] foi a mais adequada para caracterizar a relação hipsométrica em inventários florestais de cerrado sensu stricto e deve ser ajustada com dados obtidos nas 50 primeiras árvores de cada parcela, sem agrupamento por classe de diâmetro.


Palavras-chave


Cerrado tocantinense; Modelos hipsométricos; Identidade de modelos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2015.pfb.35.83.683



Direitos autorais 2015

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional