Produção de mudas de cedro em função de tipos de recipiente e fontes de fertilizante

Osmar Henrique de Castro Pias, Juliano Berghetti, Lucindo Somavilla, Edison Bisognin Cantarelli

Resumo


A fonte de fertilizante e o tipo de recipiente utilizado na produção de mudas em um viveiro estão diretamente relacionados com o custo e a qualidade das mudas. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi avaliar a produção de mudas de cedro em função do tamanho de recipientes e fontes de adubação. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos inteiramente casualizados, em um esquema fatorial 3 x 3 x 7, com 3 repetições. Os tratamentos consistiram em três tipos de recipiente (Tubete, saco plástico e bombona), três fontes de adubação (Convencional, Kimcoat® e Osmocote®) e sete épocas de avaliação. Foi avaliado a altura, diâmetro de colo, relação altura/diâmetro de colo e índice de clorofila das folhas das mudas. A partir dos resultados pode-se concluir que as mudas de cedro-rosa adubadas com Osmocote® apresentam os maiores índices de crescimento, já as produzidas com o fertilizante Kimcoat® não diferem das produzidas com o fertilizante convencional. Os recipientes sacos plásticos e bombonas proporcionam crescimentos similares em altura, e índice de clorofila das mudas de cedro-rosa, no entanto as produzidas em bombonas possuem uma melhor qualidade, devido ao maior desenvolvimento em diâmetro de colo.

Palavras-chave


Silvicultura

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2015.pfb.35.82.714



Direitos autorais 2015

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / EbscoAGRISAgrobase / Binagre , BDPACABI DirectCCNDiadorim , DOAJe.journalsForestry CompendiumGenamics JournalSeekGoogle AcadêmicoJournals for freeLatindexLivreMiarOasisbrPeriodicaPortal da CapesRCAAPRoadSabiiaScilitRedib.

 

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional