Hidrogel, calagem e adubação no desenvolvimento inicial, sobrevivência e composição nutricional de plantas híbridas de eucalipto

Edinéia Messias Martins Bartieres, Natália Hilgert de Souza Carnevali, Elizeu de Souza Lima, Thiago Oliveira Carnevali, Viviane Mallmann

Resumo


Com a premissa de que a utilização de hidrogel associado à calagem e adubação em plantios de eucalipto aumenta a retenção de água e o teor de nutrientes no solo, objetivou-se avaliar a sobrevivência e o desenvolvimento inicial de clones híbridos de Eucalyptus grandis x Eucalyptus camaldulensis, em função da utilização de hidrogel, calagem e adubação. Em um Argissolo Vermelho, foram dispostos os tratamentos: 1) controle, 2) hidrogel, 3) adubação convencional, 4) adubação + calagem, 5) adubação + hidrogel e 6) adubação + calagem + hidrogel. Foi utilizado o delineamento em blocos casualizados, com seis repetições e seis plantas por parcela. Avaliou-se a sobrevivência, a altura, o diâmetro do caule, o teor de macronutrientes na parte aérea e atributos químicos do solo. O tratamento adubação + hidrogel proporcionou maior altura e diâmetro aos 240 dias após o transplante. Contudo, a sobrevivência foi maior no tratamento com adubação convencional. Os resultados indicam a viabilidade do uso de hidrogel. Porém, mais estudos devem ser realizados para comprovação de seus efeitos e recomendação de dosagens adequadas.




Palavras-chave


Crescimento; Avaliação nutricional; Gel hidroretentor

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2016.pfb.36.86.990



Direitos autorais 2016

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional