Composto de lodo de esgoto como substrato para mudas de eucalipto

José Henrique Tertulino Rocha, Clarice Backes, Fernanda Asti Diogo, Camila Boldorini Pascotto, Karla Borelli

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o uso de composto de lodo de esgoto como componente de substrato para produção de mudas clonais de Eucalyptus urophylla  x E. grandis. Doses de composto de lodo de esgoto e casaca de arroz carbonizada foram estabelecidas com as seguintes proporções: 100/0, 80/20, 60/40, 50/50, 40/60 e 20/80, as quais foram comparadas ao substrato comercial comumente utilizado em viveiros. Os resultados de crescimento  e nutrição com o uso de substratos contendo lodo de esgoto compostado foram maiores do que com o substrato comercial. A utilização de composto de lodo de esgoto em níveis acima de 40% é favorável ao desenvolvimento das mudas, sendo uma forma viável de destinação deste material.

Palavras-chave


Aproveitamento de resíduos, Eucalyptus urophylla/ Eucalyptus grandis; Qualidade de mudas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2013.pfb.33.73.331



Direitos autorais 2013

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional