Nutrição e enraizamento adventício de plantas lenhosas

Fernanda Bortolanza Pereira, Fabiana Schmidt Bandeira Peres

Resumo


O sucesso da propagação vegetativa de genótipos comerciais via técnicas de estaquia está relacionado a diversos fatores, dentre os quais o estado nutricional das plantas matrizes doadoras de propágulos e dos propágulos. O status nutricional determina a quantidade de carboidratos, auxinas e outros compostos do metabolismo essencial da planta para a iniciação e desenvolvimento da rizogênese. Cada nutriente possui na planta funções específicas essenciais, podendo atuar estruturalmente ou fisiologicamente. Contudo, apesar de se reconhecer a importância da nutrição mineral para o sucesso da propagação vegetativa de espécies lenhosas e sua relação com o enraizamento adventício, o papel de alguns elementos são ainda desconhecidos. Pela complexidade bioquímica e fisiológica do processo de enraizamento adventício, há escassez de trabalhos buscando determinar o papel nos nutrientes no desenvolvimento adventício de raízes. A presente revisão bibliográfica pretende explorar o estado da arte no que se refere aos conhecimentos sobre o efeito da nutrição mineral no enraizamento adventício de espécies lenhosas, bem como apresentar ao final uma breve revisão sobre outros compostos de origem orgânica que podem ser empregados com o intuito de melhorar o processo rizogênico.

Palavras-chave


rizogênese; adubação mineral; propagação; estaquia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2016.pfb.36.87.1146



Direitos autorais 2016

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional