Nutrientes minerais, biomassa e deposição de serapilheira em plantio de Eucalyptus com diferentes sistemas de manejo de resíduos florestais

Antonio Francisco Jurado Bellote, Renato Antonio Dedecek, Helton Damin da Silva

Resumo


Neste trabalho foi avaliado o efeito de diferentes manejos de resíduos florestais no estado nutricional
das árvores, no conteúdo de nutrientes na serapilheira e a biomassa de serapilheira produzida pelo Eucalyptus
grandis. Foram avaliados quatro sistemas diferentes de manejo de resíduo: (i) remoção de todo resíduo do sítio
proveniente da colheita florestal e adubação NPK; (ii) manutenção no sítio de todos os resíduos da colheita
florestal e adubação NPK; (iii) remoção do sítio de todo o resíduo da colheita com diâmetro superior a 3 cm e
adubação NPK; (iv) remoção de todos os resíduos da colheita, adubação NPK e adição de 15 t.ha-1 de resíduo
celulósico + 4 t.ha-1 de cinza de madeira (relação C:N igual a 25:1 e 30:1, respectivamente). Os resultados mostraram
que a manutenção no sítio do resíduo da colheita florestal melhora o estado nutricional das árvores e aumenta a
produtividade; a adição de resíduo celulósico permitiu aumento expressivo de produtividade; as altas
concentrações de Ca no resíduo celulósico devem ser corrigidas com aplicações de K e Mg para evitar desequilíbrio
nutricional nas árvores; para todos os tratamentos, as quantidades de K acrescentadas não foram suficientes
para manter as árvores adequadamente nutridas com este nutriente.

Palavras-chave


Produtividade, papel e celulose; cinza de biomassa; resíduos industriais.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional