Potencial de sistemas agroflorestais multiestrata para sequestro de carbono em áreas de ocorrência de Floresta Atlântica

Luís Cláudio Maranhão Froufe, Marcos Fernando Gluck Rachwal, Carlos Eduardo Sicoli Seoane

Resumo


Foi avaliado o estoque de carbono no solo, serapilheira, biomassa arbórea e biomassa herbácea de SAFs multiestratos, em comparação a capoeiras em diferentes estágios de regeneração, sistemas agrícolas convencionais e pastagem, todos na região do Alto Vale do Ribeira, SP. Nos Neossolos e Cambissolos, com baixos teores de carbono orgânico e similaridade dos valores de densidade aparente, as capoeiras contribuíram com 115,78 Mg ha-1 de carbono total estocado, seguidas dos SAFs (75,37 Mg ha-1), das áreas agrícolas (47,07 Mg ha-1) e das pastagens (36,01 Mg ha-1). Apesar do grande potencial de sequestro de carbono dos SAFs, há necessidade de melhoria em suas práticas silviculturais.

doi: 10.4336/2011.pfb.31.66.143


Palavras-chave


Conservação dos recursos naturais; Floresta Ombrófila Densa; Estoque de carbono; SAF ;Sistemas de uso do solo

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2011

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional