Crescimento de Drimys brasiliensis na Floresta Ombrófila Mista, Colombo, PR

Mariana Ferraz de Oliveira, Patrícia Póvoa de Mattos

Resumo


Drimys brasiliensis Miers, conhecida como cataia ou casca-d’anta, é uma espécie da família Winteraceae, típica da Floresta Ombrófila Mista (FOM) e considerada como uma espécie muito importante em planos de manejo e conservação. Devido a isso, buscam-se novas informações sobre seu desenvolvimento e crescimento, objetivo principal do presente trabalho. Foram coletadas amostras não destrutivas de dez árvores adultas de Drimys brasiliensis, em uma floresta secundária localizada no Município de Colombo, Estado do Paraná. Observou-se 0,32 cm de incremento diamétrico anual médio, representando 0,01 m² de incremento anual médio em área transversal.

doi: 10.4336/2010.pfb.30.61.79


Palavras-chave


Dendrocronologia, incremento diamétrico, anéis de crescimento, cataia.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / EbscoAGRISAgrobase / Binagre , BDPACABI DirectCCNDiadorim , DOAJe.journalsForestry CompendiumGenamics JournalSeekGoogle AcadêmicoJournals for freeLatindexLivreMiarOasisbrPeriodicaPortal da CapesRCAAPRoadSabiiaScilitRedib.

 

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional