Aspectos ecológicos de Byrsonima intermedia em microambientes ripários

Allan Freitas Magalhães, Dulcinéia de Carvalho, Jessé Marques da Silva Júnior, João Carlos Costa Guimarães

Resumo


Objetivou conhecer a ecologia de Byrsonima intermedia A. Juss. e os mecanismos de estabelecimento inicial dessa espécie em microambientes ripários. O trabalho foi realizado na Estação Ambiental Peti - PETI (19o53’34,1”; 43o21’52,6”), São Gonçalo do Rio Abaixo, MG. Os parâmetros ecológicos estudados foram: umidade durante a dispersão (fruto, diásporo e sementes) e após dispersão (embebição; crescimento e desenvolvimento inicial). Diásporos e sementes apresentam comportamentos distintos, sendo o processo de absorção de água mais acelerado em sementes com ausência de endocarpo. A duração total de crescimento do embrião até o estágio de plântula foi de 21 dias. Plântulas desenvolvem-se preferencialmente em ambientes inundados.


Palavras-chave


Diásporo; Embebição; Germinação; Inundação; Plântula

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2013.pfb.33.76.463



Direitos autorais 2013

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional