O cenário nacional da silvicultura de teca e perspectivas para o melhoramento genético

Guilherme Schnell e Schuhli, Estefano Paludzyszyn Filho

Resumo


As propriedades da madeira de teca (Tectona grandis L. f) regem um intenso processo de domesticação e cultivo em regiões além de seu habitat natural. O interesse na espécie como alternativa aos plantios florestais tradicionais no Brasil vem crescendo. Esta revisão contribui com o processo de resgate da  informação técnicocientífica sobre a teca com vistas à elaboração de um programa de melhoramento. Neste documento, é apresentada uma breve revisão sobre os métodos silviculturais para a espécie no Brasil. Foram explorados aspectos positivos inerentes ao cultivo assim como os principais riscos. De forma geral, verificou-se que os programas recentes de  melhoramento genético concentraram-se no  desenvolvimento de clones. A ênfase inicial dos programas de melhoramento tem sido a taxa de crescimento e propriedades da madeira (geralmente densidade). Para a aplicação e escolha dos métodos de seleção em teca são importantes as variâncias genéticas aditivas e não aditivas, as herdabilidades no sentido restrito e amplo, e as correlações genéticas entre caracteres. Como em outros programas de melhoramento florestal, é comum a conversão de testes de progênies em pomares de sementes para a produção mais rápida de clones comerciais ou de pomares clonais de sementes.


Palavras-chave


Brasil, espécies exóticas, Tectona grandis, programa de melhoramente

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2010.pfb.30.63.217



Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional