Atividades de adequação ambiental e restauração florestal do LERF/ESALQ/USP

Ricardo Ribeiro Rodrigues, Sergius Gandolfi, André Gustavo Nave, Claúdia Mira Attanasio

Resumo


Em função de questões legais e ambientais, a restauração de áreas degradadas tem se concentrado principalmente no ambiente ciliar. Apesar das matas ciliares estarem protegidas pela legislação há quase meio século, grande parte dessas florestas foram degradadas de forma semelhante ao que ocorreu com as outras formações naturais. Nas últimas décadas, o aumento da fiscalização e das punições levaram a um aumento na conservação e restauração das formações ciliares. A percepção de que era necessário ampliar e aprofundar o conhecimento científico disponível sobre a recuperação dessas áreas  estimulou o incremento de pesquisas nas matas ciliares, nas mais  diferentes áreas do conhecimento. Hoje, dispõe-se de muito  conhecimento científico sobre vários aspectos das características do  meio físico das matas ciliares, como geomorfologia, solos e hidrologia, e também sobre as comunidades biológicas aí existentes. Estes  conhecimentos incluem aspectos como a composição florística, a  estrutura fitossociológica, a fenologia e a dinâmica dessas vegetações. Também a fauna tem sido estudada. Este artigo apresenta  sucintamente a metodologia atualmente empregada pelo Laboratório  de Ecologia e Restauração Florestal (LERF) da Universidade de São  Paulo para a recuperação de áreas degradadas 

Palavras-chave


Adequação ambiental, restauração florestal, matas ciliares, Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal, legislação ambiental

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional