Uso do levantamento aéreo expedito convencional e digital para o monitoramento da cobertura florestal no Paraná: estado da arte e potencialidades

Fernando Luís Dlugosz, Nelson Carlos Rosot, Maria Augusta Doetzer Rosot, Yeda Maria Malheiros de Oliveira, Marilice Cordeiro Garrastazu

Resumo


O artigo apresenta uma abordagem sobre a técnica de Levantamento Aéreo Expedito no que diz respeito às suas características, aplicações e potencialidades para as condições brasileiras, principalmente no monitoramento das mudanças na cobertura florestal no Estado do Paraná. O método consiste na observação e anotação de feições ou fenômenos a partir de  sobrevoos na área de interesse, voando a baixas altitudes ao longo de uma rota pré-determinada. Também são apresentadas as vantagens da introdução da sistematização digital, que definiu a nova  denominação para a técnica como Levantamento Aéreo Expedito Digital. Neste caso, as anotações são realizadas digitalmente sobre tela sensível ao toque, de um computador portátil e não sobre mapa em papel, como na técnica convencional. O desenvolvimento de metodologias que demonstrem eficiência técnica e viabilidade econômica tem recebido maior ênfase em pesquisa, em função da necessidade da obtenção de informações confiáveis para subsidiar a tomada de decisões, em nível governamental, para um adequado processo de fiscalização e/ou de planejamento de uma determinada região. Considerando a dinâmica de uso da terra e a necessidade de se monitorar a cobertura vegetal,  pode-se afirmar que o Levantamento Aéreo Expedito apresenta elevado potencial de aplicação às condições brasileiras e ainda ótima relação custo-benefício.


Palavras-chave


Levantamento aéreo, geoprocessamento, uso da terra.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2010.pfb.30.63.245



Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional