Estrutura e distribuição espacial da regeneração natural de canjerana em Floresta Estacional Decidual

Anna Paula Zimmermann, David Fagner de Souza e Lira, Frederico Dimas Fleig

Resumo


Este trabalho objetivou analisar o padrão de distribuição espacial de uma população de Cabralea canjerana (Vell.) Mart. em fase de regeneração natural em um fragmento de Floresta Estacional Decidual no Município de Silveira Martins, RS. Para tais análises, foram mensurados os indivíduos da espécie que apresentavam altura ≥ 30 cm, em 77 unidades amostrais alocadas de forma contígua na área. Para analisar a forma de dispersão da espécie foram utlizados os índices de Morisita, Payandeh e Fracker e Brischle. A estrutura foi analisada por meio dos parâmetros densidade e frequência absolutas e histograma de distribuição em classes de altura. De acordo com os índices de dispersão, a espécie encontra-se de forma agregada. Os altos valores de densidade e frequência ratificam a importância da espécie na estrutura da floresta.

Palavras-chave


Padrão de dispersão; Índices de dispersão; Dispersão zoocórica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2014.pfb.34.80.586



Direitos autorais 2014

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional