Compósito madeira-plástico a partir de resíduos de três espécies florestais

Maiara Talgatti, Talita Baldin, Amanda Grassmann da Silveira, Elio José Santini, Bibiana Regina Argenta Vidrano

Resumo


O presente estudo teve por objetivo avaliar as propriedades físicas e mecânicas de compósitos madeira-plástico, utilizando materiais de baixo nível de processamento. Para tal, utilizou-se madeira proveniente de resíduos de marcenaria, na forma de maravalha, de três espécies florestais (Pinus elliottii, Hovenia dulcis e Maclura tinctoria), e termoplástico do tipo poliestireno. Os dados foram submetidos ao teste de Duncan a 95% de confiabilidade. Para os ensaios mecânicos de módulo de ruptura (MOR) e módulo de elasticidade (MOE) todos os tratamentos apresentaram bons resultados, não se diferenciando entre si. Os ensaios de ligação interna e arrancamento do parafuso não apresentaram resultados satisfatórios, sendo que para este último o melhor resultado foi verificado para Hovenia dulcis. Quanto ao inchamento em 2 h e 24 h, todos os tratamentos mostram resultados positivos. De maneira geral, os resultados não foram influenciados pelas espécies utilizadas.


Palavras-chave


Resíduos de madeira; Micrografia de varredura; Termoplástico

Texto completo:

PDF

Referências


American National Standards Institute. ANSI A208.1: mat-formed wood particleboard: specification. Gaithersburg: National Particleboards Association, 2009.

American Society for Testing Materials. ASTM D-1037: standard methods of evaluating the properties of wood-base fiber and particle materials, 1993.

Anuário estatístico ABRAF 2013: ano base 2012. Brasília, DF: ABRAF, 2013.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 14810: painéis de madeira de média densidade. Rio de Janeiro, 2013.

Cabral, M. R. et al. Painéis de partículas com maravalha de Pinus spp. e fibra de sisal. Scientia Forestalis, v. 45, n. 114, p. 353-362, 2017. DOI: 10.18671/scifor.v45n114.11.

Commercial Standard. CS 236:66: mat formed wood particleboard. [Washington], 1968.

Clemons, C. Wood-plastic composites in the United States: the interfacing of two industries. Forest Products Journal, v. 52, n. 6, p. 10–18, 2002.

Correa, C. A. et al. Compósitos termoplásticos com madeira. Polímeros: Ciência e Tecnologia, v. 13, n. 3, p. 154-165, 2003. DOI: 10.1590/S0104-14282003000300005.

Eleotério, J. R. et al. Propriedades físicas e mecânicas de painéis MDF de diferentes densidades e teores de resina. Ciência Florestal, v. 10, n. 2, p. 75-90, 2000. DOI: 10.5902/19805098482.

Longo, B. L. et al. Caracterização tecnológica de peinéis particulados produzidos con residuos de cinco espécies tropicais. Scientia Florestalis, v. 43, n. 108, p. 907-917, 2015. DOI: 10.18671/scifor.v43n108.15.

Maciel, A. S. et al. Painéis de partículas aglomeradas de madeira de Pinus elliottii Engelm., poliestireno (PS) e polietileno tereftalato (PET). Revista Árvore, v. 28, n. 2, p. 257-266, 2004. DOI: 10.1590/S0100-67622004000200012.

Melo, R. R. & Del Menezzi, C. Influência da massa específica nas propriedades físico-mecânicas de painéis aglomerados. Silva Lusitana, v. 18, n. 1, p. 59–73, 2010.

Mendes, R. F. et al. Associação de eucalipto e pinus na produção de painéis aglomerados de bagaço de cana. In: ENCONTRO BRASILEIRO EM MADEIRAS E EM ESTRUTURAS DE MADEIRA, 12., 2010, Lavras. Madeira para todos: os desafios: anais. Lavras: UFLA, 2010.

Rahman, K. S. et al. Flat-pressed wood plastic composites from sawdust and recycled polyethylene terephthalate (PET): physical and mechanical properties. Springer Onpen, n. 2, p. 629, 2013. DOI: 10.1186/2193-1801-2-629.

Yamaji, F. M. & Bonduelle, A. Utilização da serragem na produção de compósitos plástico-madeira. Floresta, v. 34, n. 1, p. 59-66, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.4336/2017.pfb.37.91.1385

Direitos autorais 2017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional