Viabilidade Econômica de Sistemas Silvipastoris com Schizolobium parahyba var. amazonicum e Tectona grandis no Pará

Rosana Quaresma Maneschy, Antônio Cordeiro de Santana, Jonas Bastos da Veiga

Resumo


Os sistemas silvipastoris (SSPs) consistem de um conjunto de metodologias que podem ser consideradas promissoras para recuperar áreas de pastagens degradadas da Amazônia, por integrar o cultivo arbóreo ao pecuária tradicional. Embora já utilizados em pequena escala por produtores inovadores, os SSPs carecem de uma base científica que forneça subsídios técnicos ao seu uso mais amplo, sobretudo quando se trata de justificar a viabilidade econômica desses sistemas. O objetivo desse estudo foi analisar a viabilidade econômica de SSPs utilizados por produtores no nordeste do Estado do Pará, comparando-os ao monocultivo tradicional. Os sistemas são compostos basicamente pelo paricá (Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby) ou teca (Tectona grandis L.F.), em pastagens de quicuio-da-amazônia (Brachiaria humidicola (Rendle) Schweick) pastejados por bovinos. A análise de viabilidade econômica foi realizada por meio dos métodos: valor presente líquido (VPL), taxa interna de retorno (TIR) e relação benefício/custo (Rb/c), considerando quatro SSPs e o monocultivo de paricá e teca. Os sistemas compostos por teca apresentam maior atratividade econômica do que os com paricá, e dentre eles, os arranjos silvipastoris, em que o gado era próprio, foram considerados de melhor viabilidade que os sistemas em monocultivo ou em que a incorporação animal se dava através do aluguel da pastagem.

 

doi: 10.4336/2009.pfb.60.49


Palavras-chave


Integração árvore-pastagem; análise econômica; Amazônia brasileira

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2010

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional