Influência da classe diamétrica no rendimento em madeira serrada de duas espécies nativas de Moçambique

Cláudio Gumane Francisco Juizo, Pedro Lício Loiola, Raquel Marchesan, Celio Gregório Josséfa, Inoque João Chaóra, Márcio Pereira da Rocha, Ricardo Jorge Klitzke

Resumo


 Em um boletim técnico idealizado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura foi ressaltada a importância de estudos em Moçambique para auxiliar as tomadas de decisões técnicas que visem à melhoria dos rendimentos nas serrarias do país. Em virtude das espécies utilizadas, bem como do baixo nível tecnológico do setor, desenvolveu-se este trabalho com o objetivo de avaliar o rendimento em madeira serrada de duas espécies tropicais, em uma serraria localizada na Província de Manica, cidade de Chimoio na região central de Moçambique. Para tanto, foram utilizadas árvores de Combretum imberbe (mondzo) e Pterocarpus angolensis (umbila), sendo selecionadas 12 toras para cada espécie. As toras de cada espécie foram classificadas em três classes diamétricas (quatro toras em cada classe). O desdobro das toras foi efetuado com serra fita, em modelo de desdobro tangencial sucessivo. O rendimento em madeira serrada, para as duas espécies avaliadas, aumentou em função da classe diamétrica, tendo diferenças estatísticas no rendimento em madeira serrada entre as duas espécies nas três classes diamétricas. C. imberbe apresentou maior rendimento em comparação a P. angolensis, sendo que os resultados considerados satisfatórios para o desdobro destas duas espécies de madeira nativas de Moçambique.


Palavras-chave


Combretum imberbe; Pterocarpus angolensis; Desdobro da madeira; Serraria

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4336/2015.pfb.35.83.785



Direitos autorais 2015

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional