Estaquia de Berberis laurina Billb. utilizando diferentes concentrações de ácido indol butírico

Michelle Melissa Althaus, Luciana Christina Leal, Fernanda Christina Silveira, Katia Christina Zuffellato-Ribas, Luciana Lopes Fortes Ribas

Resumo


Berberis Iaurina (Berberidaceae) é um arbusto nativo da Floresta Ombrófila Mista, de grande potencial ornamental, também utilizado em recuperação de áreas degradadas. Possui aplicação medicinal, seu  fruto é comestível e suas raízes são utilizadas como  corantes. Este trabalho teve como objetivo analisar a indução do enraizamento de estacas caulinares de B.  Iaurina pela aplicação de ácido indol butírico (AIB), nas concentrações O, 1000 e 2000 mgL-1, utilizando o  substrato vermiculita de granulometria média. Em  outubro de 2003, foram coletadas estacas caulinares  semilenhosas, de oito plantas matrizes com aproximadamente 10 anos de idade, localizadas no município de Fazenda Rio Grande - PR, confeccionadas com aproximadamente 8,0 cm de comprimento e 0,35 cm de diâmetro, com 3 folhas na porção apical cortadas pela metade, base cortada em bisel e ápice em corte reto, recebendo tratamento fitossanitário com hipoclorito de sódio a 0,5% por 1O minutos e  transferidas para casa-devegetação climatizada. Após 90 dias, foram avaliadas as porcentagens de estacas enraizadas, número de raízes formadas/estaca,  comprimento das três maiores raízes formadas/estaca, porcentagens de folhas iniciais mantidas na confecção  das mesmas/estaca, de brotações/estaca, de estacas  vivas não enraizadas e de estacas mortas. As variáveis  analisadas não se mostraram diferentes significativamente ao nível de 5% de probabilidade,  com exceção da variável porcentagem de estacas vivas  não enraizadas; entretanto, as porcentagens de  estacas enraizadas obtidas foram superiores às  encontradas em estudos com outras espécies do gênero Berberis (20,0 a 30,0%). No entanto, a  aplicação de AIB não promoveu o aumento do  enraizamento da espécie.

Palavras-chave


Enraizamento, auxina, espécie ornamental, recuperação de áreas degradadas

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2011

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES:

ASP / Ebsco, AGRIS, Agrobase / Binagre , BDPA, CABI Direct, CCN, CIRS, Diadorim , DOAJ, e.journals, Forestry Compendium, Genamics JournalSeek, Google Acadêmico, Journals for free, Latindex, Livre, Miar, OasisbrPortal da Capes, RCAAP, Road, Sabiia, Scilit, Redib

.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


Os originais publicados na Pesquisa Florestal Brasileira estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional