Qualidade das folhas de erva-mate oriundas de plantas masculinas e femininas

Autores

  • Miroslava Rakocevic Embrapa Informática Agropecuária
  • Moacir José Sales Medrado Embrapa Florestas
  • Osmir José Lavoranti Embrapa Florestas
  • Alice Teresa Valduga Universidade Regional Integrada de Alto Uruguai e Missões - URI

Palavras-chave:

Amargo, condutância estomática, fotossíntese, macro-elementos, micro-elementos, produtividade.

Resumo

Este estudo teve por objetivo avaliar o sabor da bebida preparada a partir de folhas de erva-mate, de plantas masculinas e femininas . As propriedades ecofisiológicas, químicas e sensoriais foram avaliadas em uma das fases de brotação e em duas fases de frutificação. As plantas masculinas e femininas não diferiram em produção de matéria fresca e seca, nem nos teores de macro-e-micro-elementos. Mas, as plantas femininas apresentaram maior fotossíntese líquida (A) e condutância estomática (gs). A bebida preparada com folhas oriundas de plantas masculinas foi menos amarga do que das femininas,  particularmente quando coletadas das ponteiras dos ramos. A intensidade de amargor apresentou  correlação positiva com o teor de Zn e Mg nas plantas femininas e com gs e teor de Mn nas plantas masculinas. O amargor da bebida preparada de plantasmasculinas mostrou-se negativamente correlacionada com teor de K. A "masculinização" de eral pode ser uma solução para se produzir erva-mate de sabor normal a suave.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

RAKOCEVIC, M.; MEDRADO, M. J. S.; LAVORANTI, O. J.; VALDUGA, A. T. Qualidade das folhas de erva-mate oriundas de plantas masculinas e femininas. Pesquisa Florestal Brasileira, [S. l.], n. 54, p. 71, 2010. Disponível em: https://pfb.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/131. Acesso em: 4 ago. 2021.

Edição

Seção

Artigos Científicos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >> 

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.